inclusão de arquivo javascript

 
 

Preso, sargento gay é transferido pra hospital no DF

05 de junho de 2008 16h52 atualizado às 17h25

O sargento Laci Marinho de Araújo, preso pelo Exército acusado de deserção, foi transferido para um hospital de Brasília. O militar foi detido logo após conceder uma entrevista a uma emissora de TV em que assumiu ter uma relação com o também sargento do Exército Fernando de Alcântara Figueiredo. Segundo o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), Araújo precisa ficar preso em um hospital porque faz tratamento psiquiátrico com medicação controlada.

» Sargento: comissão acompanhará caso
» Jobim nega discriminação em prisão
» Opine sobre a prisão do militar

Nesta quinta-feira, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado formou um grupo de trabalho de senadores que vai acompanhar a situação dos sargentos para garantir a integridade física dos dois. Os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e José Nery (Psol-PA) se reuniram com os militares no Hospital Geral de Brasília.

Redação Terra