inclusão de arquivo javascript

 
 

Aprovada pena de até 30 anos por seqüestro-relâmpago

14 de maio de 2008 19h24 atualizado às 20h50

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei do Senado que tipifica o crime de seqüestro-relâmpago. O texto atribui penas mais rígidas para o crime de extorsão, se for cometido com restrição de liberdade ou resultar em lesão corporal ou em morte. A pena para o crime pode chegar a 30 anos. As informações são da Agência Câmara.

» vc repórter: mande fotos e notícias

Segundo o texto, a punição para o crime de seqüestro-relâmpago varia de 6 a 12 anos. Em caso de lesões corporais graves, a pena pode chegar a 24 anos. A matéria sofreu alterações e, por isso, seguirá para o Senado.

Redação Terra