inclusão de arquivo javascript

 
 

Morre aspirante ao trono imperial do Brasil

27 de dezembro de 2007 10h41 atualizado às 12h46

D. Pedro Gastão de Orleans e Bragança, aspirante ao trono imperial do Brasil, morreu hoje aos 94 anos em Sevilha, segundo informações de familiares. D. Pedro de Orleans era viúvo de Maria de la Esperanza de Borbón, tia do rei Juan Carlos da Espanha e que morreu em 8 de agosto de 2005.

» vc repórter: mande fotos e notícias

D. Pedro de Orleans e Maria se casaram na catedral da capital sevilhana em 18 de dezembro de 1944. Ele viveu com ela, a partir de então, em uma casa em Villamanrique, a 36 km de Sevilha, e teve seis filhos. Ele visitava freqüentemente o Brasil.

D. Pedro de Orleans nasceu em 19 de fevereiro de 1913 no castelo D'Eu, na França, e veio ao Brasil pela primeira vez aos 7 anos. Tanto sua mulher como ele estiveram muito ligados a tradições da comarca de Villamanrique e da província de Sevilha. Em diversas ocasiões, os dois participaram de atividades de caráter religioso e social.

Pessoas ligadas à paróquia de Villamanrique de la Condesa, que Pedro freqüentava, afirmaram que ele morreu de madrugada. Elas não souberam informar o que a família decidiu sobre o funeral ou o sepultamento.

Pesar
A Família Real espanhola manifestou pesar pela morte de Pedro Gastão de Orleans e Bragança. Os membros da Família Real conversaram por telefone com os filhos de Esperança de Bourbon e Pedro de Orleans para transmitir seu pesar pela morte.

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.