inclusão de arquivo javascript

 
 

Lula: Chávez promove democracia na Venezuela

14 de novembro de 2007 16h10 atualizado às 20h51

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou na tarde desta quarta-feira, após almoço com o presidente de Guiné Bissau, João Bernardo Vieira, que ninguém pode reclamar que na Venezuela não há democracia. "Podem criticar o Chávez por qualquer coisa, inventem uma coisa para criticar o Chávez, mas não há como dizer que não há democracia na Venezuela. Ele já fez referendos, já teve eleições", disse Lula.

» Veja o vídeo
» Chávez chama Lula de "magnata"
» Opine sobre o assunto

Lula defendeu ainda a postura de Chávez durante a Cúpula Ibero-americana no Chile. Na ocasião, Chávez discutiu rispidamente com o rei da Espanha, Juan Carlos, e o monarca deixou a sessão plenária da cúpula.

"Esse é um tipo de divergência normal. Entre nós sempre estamos discordando. Houve uma frase do Chávez que o rei não gostou e ele resolveu se retirar", disse Lula.

O presidente aproveitou e brincou: "como é que vocês acham que funcionam as reuniões do G8. Vocês acham que o protocolo diz até que hora cada um deve rir?", questionou Lula.

Para o presidente, é preciso evitar comentários que envolvam a soberania e a autonomia dos outros países. "Se fizer isso, todos vão sair ganhando", afirmou.

Redação Terra