inclusão de arquivo javascript

 
 

Cláudio Manoel encontra suspeito de matar irmão

13 de novembro de 2007 16h03 atualizado às 17h27

O humorista Cláudio Manoel (o Seu Creysson do Casseta & Planeta) encontrou nesta terça-feira Sidclei Costa Silva, 23 anos, que confessou o assassinato de seu irmão, Mauro José Mascarenhas Pimentel dos Santos, 46 anos. Cláudio Manoel falou algo no ouvido de Sidclei e, durante todo o tempo em que permaneceu na sala, contrapôs as declarações do suspeito. "Qual a luta que houve? Você está aí, e meu irmão?", disse ele.

» Homem diz ter matado irmão de 'Casseta'
» Irmão de 'Casseta': suspeito é liberado
» Testemunhas prestam depoimento

O irmão do humorista foi morto com diversas facadas no dia 5 de novembro em seu apartamento, no bairro da Federação, em Salvador. "Espero que ele nunca mais seja uma ameaça à sociedade. Meu irmão era um homem bom, que foi massacrado, destroçado. Para mim, ele é um covarde", disse Cláudio Manoel.

Silva foi preso na manhã desta terça na casa de sua mãe, em Aracajú, e trazido para Salvador. Segundo ele, o crime foi motivado por uma briga com a vítima, após uma relação sexual: "depois que eu tive relações com ele, ele queria ter relações comigo. Eu não aceitei". Ainda segundo ele, a vítima teria se recusado a pagar os R$ 50 combinados com a vítima.

Após a discussão, segundo Silva, Mauro José teria pego uma faca para agredi-lo. Silva teria revidado com um soco, que fez com que Mauro desmaiasse. O suspeito teria, então, esfaqueado a vítima no banheiro do apartamento.

Os dois se conheceram na tarde do dia do crime, na Praia do Porto da Barra - local muito freqüentado por turistas e moradores. Eles compraram juntos um chip de celular que acabou ajudando a polícia na solução do caso. Segundo o chefe do Serviço de Investigações da 7º Delegacia, Paulo Portela, Silva estava dormindo quando a polícia chegou.

A delegada responsável pelo caso, Maria Dahil, pediu a prisão preventiva de Silva e fez um apelo para que as pessoas, em especial os homossexuais, tenham cuidado ao conhecer pessoas estranhas. O Grupo Gay da Bahia, traz em seu site dicas de segurança para os homossexuais. A primeira orientação é justamente não levar desconhecidos ou garotos de programa para casa, dando preferência para um motel.

Redação Terra