inclusão de arquivo javascript

 
 

MS: dirigentes do PT listados em documento suspeito

06 de novembro de 2007 04h08

Os nomes do presidente do PT de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul em 2004, Sílvio Nucci, e da secretária de finanças do diretório estadual da legenda, Elza Jorge, aparecem listados no livro que seria o indicativo de caixa do no governo de Zeca do PT. O livro foi apreendido pelo Ministério Público. Juntos, eles teriam recebido R$ 42 mil mensais, de acordo com as anotações feitas no documento. As informações são da Folha de S.Paulo.

» MP: documento é "forte indício"
» Zeca do PT vai processar promotor
» MP: Zeca do PT chefiava esquema
» Opine sobre o assunto

Ambos negam ter recebido dinheiro. Eles afirmam desconhecer a existência do livro de um suspoto caixa dois.

Segundo o MP, constam ainda no documento os nomes do senador Delcídio Amaral (PT-MS) e dos deputados Vander Loubet e Antônio Carlos Biffi, ambos representantes do Mato Grosso do Sul pelo PT.

Para os promotores, os políticos listados no livro seriam beneficiados com um esquema parecido com o do mensalão.

Redação Terra