inclusão de arquivo javascript

 
 

MP: documento é "forte indício" contra Zeca do PT

29 de outubro de 2007 04h13 atualizado às 08h54

O Ministério Público (MP) apreendeu uma cópia de um livro-caixa que indica o pagamento de mensalão a deputados, vereadores e servidores públicos pelo ex-governador do Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT. Os promotores classificaram o documento como um "forte indício" de irregularidades, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

» Justiça tranca ação contra Zeca do PT
» Zeca do PT vai processar promotor
» MP: Zeca do PT chefiava esquema
» Opine sobre o assunto

O documento tem 100 nomes de supostos beneficiados. A apreensão foi feita na casa da ex-ordenadora de despesa da Secretaria de Coordenação-Geral de governo, a técnica contábil Salete Terezinha de Luca.

Para o MP, em troca do dinheiro, os beneficiados tinham que apoiar a gestão de Zeca do PT. O total de dinheiro desviado, que pode chegar a R$ 30 milhões, tem como origem, segundo os promotores, desvios em gastos com publicidade.

O ex-governador já tem contra si duas ações civis tramitando. Elas pedem a indisponibilidade de bens de Zeca e a quebra de sigilo bancário. A Justiça ainda não decidiu sobre essas questões.

O livro-caixa foi apresentado à Justiça na última sexta-feira.

Redação Terra