inclusão de arquivo javascript

 
 

Calheiros: "vou para casa rezar"

12 de setembro de 2007 17h57 atualizado às 18h49

Calheiros sai do Senado e vai para casa rezar. Foto: Agência Senado/Divulgação

Calheiros sai do Senado e vai para casa rezar
Foto: Agência Senado/Divulgação

Segundo a assessoria do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) foi para a residência oficial, na Península dos Ministros, assim que a votação que o absolveu no processo por quebra de decoro parlamentar foi encerrada no Plenário. "Vou para casa rezar" foi o único comentário de Calheiros ao deixar a Casa.

» Absolvido, Renan cumprimenta colegas
» Entenda as denúncias contra Calheiros
» Opine sobre o caso

Esta foi a primeira vez na história em que um presidente da Casa teve uma cassação avaliada em Plenário. Após votação secreta, 40 senadores votaram pela absolvição e 35 votaram pela cassação. Houve seis abstenções.

Segundo interlocutores, Calheiros recebeu um telefonema da mulher, logo após a divulgação do resultado da votação, pedindo para que ele fosse para casa, onde familiares e amigos estariam esperando por ele.

Calheiros enfrentou o processo por quebra de decoro parlamentar após uma representação do Psol, baseada em uma reportagem da revista Veja. O senador era acusado de ter contas pessoais pagas por um lobista.

Redação Terra