inclusão de arquivo javascript

 
 

Maníaco do Dedo faz mais duas vítimas no Rio

16 de outubro de 2006 13h38 atualizado em 19 de outubro de 2006 às 20h08

O "Maníaco do Dedo" fez mais duas vítimas em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense (RJ). Desde junho de 2005, o homem identificado como Vitor Hugo Simões de Loterio, 28 anos, já atacou pelo menos 22 mulheres nos bairros da Posse, Cerâmica e Comendador Soares, segundo O Dia. Os novos casos foram registrados na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) e encaminhados à 58ª (Posse), que investiga a série de crimes.

» Leia mais notícias do jornal O Dia

Nos últimos ataques, o acusado manteve a mesma estratégia: entrou na casa entre 3h e 5h, com o rosto coberto, abordou a mulher, rendeu-a e chupou os dedos dos pés da vítima. Na saída, o maníaco roubou alguns objetos e tornou a deixar recados obscenos na parede, como "o seu pé é muito gostoso".

Citado em inquérito da 58ª DP, o maníaco já teve a prisão pedida à Justiça pelo delegado Roberto Cardoso. Para Marcos Lopes, chefe de investigação da unidade, Vitor pode ter feito número maior de vítimas. "Nesses casos, muitas vezes as mulheres não procuram a polícia. Algumas se sentem humilhadas", disse.

Os investigadores responsáveis pelo caso já sabem onde se esconde o "Maníaco do Dedo". Eles acreditam que a prisão do tarado aconteça ainda esta semana. "Estivemos na casa dele duas vezes, mas ele não estava. Um pedreiro informou que ele havia saído muito cedo, por volta das 5h", contou um investigador.

Além de chupar os dedos dos pés de suas vítimas e ameaçá-las, Vitor Hugo ainda as faz passar por situações humilhantes. Uma delas teria sido obrigada a desfilar para ele só com roupas íntimas.

Redação Terra