inclusão de arquivo javascript

 
 

FGV divulga estudo mostrando redução da miséria

21 de setembro de 2006 22h10 atualizado às 22h25

O Centro de Políticas Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulga amanhã um estudo mostrando que houve forte redução na população miserável do país entre 2003 e 2005.

Segundo o estudo Miséria, Desigualdade e Estabilidade: o Segundo Real, a proporção de pessoas abaixo da linha da miséria passou de 28,2% em 2003, para 22,7% no ano passado, uma redução de 19,18%.

A melhora é comparável à registrada na época da introdução do Plano Real, ocorrida em 1994. Naquela ocasião, a população miserável diminuiu de 35,3% em 1993, para 28,8% em 1995, uma redução de 18,47%.

O estudo define como miserável a parcela da população que tem renda per capita inferior a R$ 121 a preços de hoje da Grande São Paulo, ajustada por diferenças regionais de custo de vida. Após seu lançamento oficial, a pesquisa estará disponível no site da Fundação.

Reuters
Reuters - Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.