11 eventos ao vivo

Inpa: Amazônia é arma para combater aquecimento global

8 out 2009
19h25
atualizado às 20h32
  • separator
  • comentários

O diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Adalberto Val, defendeu nesta quinta-feira, em Manaus, a preservação da Floresta Amazônica como possibilidade para enfrentar as mudanças climáticas que estão ocorrendo devido ao aquecimento global.

"A diversidade biológica da Amazônia existe há milhares de anos. Isso prova que a região viveu todos os extremos ambientais do passado e, portanto, preserva e representa um repositório de tudo isso que pode servir de lição para a atualidade", considerou.

Para um público composto por prefeitos de diversos municípios da Região Norte e de outros países da Amazônia Internacional, Val deu uma palestra durante as atividades da Cúpula Amazônica de Governos Locais.

Ele destacou que produtos podem ser extraídos a partir da floresta, sem derrubá-la. Como exemplo, ele citou a pesca em igarapés (braços de rios) e o uso de frutos e da vegetação das várzeas (áreas que são alagadas pelos rios em determinadas épocas do ano).

Para o diretor do Inpa, essas alternativas poderão contribuir para a inclusão social e a geração de renda. "Fazer isso é diminuir a pressão sobre a floresta."

"Não adianta importar soluções para a Amazônia. Esta região precisa resolver seus problemas de acordo com as soluções que tem aqui", acrescentou.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade