1 evento ao vivo

Índios tomam a Esplanada e tentam entrar no Congresso Nacional

2 out 2013
16h45
atualizado às 17h27
  • separator
  • 0
  • comentários

<p>Índios apontam flechas para seguranças do Congresso</p>
Índios apontam flechas para seguranças do Congresso
Foto: Luciano Freire / Futura Press
Cerca de 1,5 mil índios de 305 etnias tomaram conta da Esplanada dos Ministérios nesta quarta-feira e deixaram o trânsito caótico na região. Os índios estavam acampados em frente ao Congresso Nacional e surpreenderam a Polícia Militar ao invadir as duas pistas do Eixo Monumental, na altura dos ministérios da Saúde e da Justiça.

O grupo protesta contra a Proposta de Emenda à Constituição que submete ao Congresso a decisão sobre demarcação de terras indígenas. Atualmente, todos os procedimentos da demarcação ficam a cargo exclusivamente do Poder Executivo. O presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves, suspendeu ontem a instalação da comissão especial que analisaria a matéria.

Os índios são contra a PEC, e parte deles tentou invadir o prédio do Congresso. Eles foram contidos pelos policiais com spray de pimenta e um deles se cortou ao quebrar um dos vidros da porta do Anexo 1. A PM também reforçou a segurança com um carro do Choque que lança jatos d’água.

Diante da tensão criada, os deputados Lincoln Portela (PR-MG) e Perpétua Almeida (PCdoB-AC) foram até o grupo e convidaram 31 índios para que entrassem no Congresso. Liderados pelo cacique Raoni, onze deles se reuniram com o presidente em exercício da Câmara, André Vargas (PT-PR), enquanto o restante aguardava no Salão Verde.

O grupo que fechou a pista em frente ao Palácio da Justiça não aceitou a proposta porque reivindica que todos os manifestantes entrem no Congresso. Diante do impasse, eles continuam bloqueando as vias da Esplanada, exibindo faixas e cantando canções indígenas. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade