Brasil

publicidade
17 de outubro de 2010 • 01h01

Horário de verão começa em 10 Estados e DF; adiante o relógio

Os relógios devem ser adiantados em uma hora em 10 Estados e no DF
Foto: Terra

O horário de verão começou à 0h deste domingo em 10 Estados brasileiros, quando todos os relógios devem ser adiantados em uma hora. A medida, que vai vigorar até 20 de fevereiro de 2011, poderá garantir uma economia de 5% no consumo de energia elétrica, segundo estimativa do Ministério de Minas e Energia. Os moradores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal conviverão com os prejuízos e benefícios de adiantar os relógios em uma hora.

A medida pode causar alguns problemas de adaptação, especialmente para as pessoas que precisam acordar cedo. O endocrinologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Pedro Saddi, afirma que a redução nas horas de sono pode causar déficit de atenção, o que exige mais cuidado no momento de dirigir, por exemplo. "Nos primeiros dias, a troca de horário pode gerar alguma dificuldade em quem não tem uma adaptação fácil", diz o médico.

Em compensação, uma das vantagens da troca de horário é aproveitar melhor as horas de sol. Muitas pessoas aprovam a medida porque podem, por exemplo, sair do trabalho no final da tarde e aproveitar para fazer uma caminhada no parque ou ir à praia.

Histórico
O amerciano Benjamin Franklin foi a primeira pessoa a propor que se adiantasse os relógios para aproveitar melhor as horas de sol, em 1784, quando ainda não havia energia elétrica. Sua ideia, porém, não foi adotada pelo governo dos Estados Unidos. O primeiro país a utilizar a medida foi a Alemanha, durante a 1º Guerra Mundial.

No Brasil, o horário de verão é adotado desde 1995. No começo, foi utilizado em todo território nacional, até que, em 2003, atingiu a atual abrangência, sendo adotado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O início do novo horário ocorre no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro.

Redação Terra