0

Gripe causa situação de pânico no México, dizem passageiros

27 abr 2009
14h11
atualizado em 28/4/2009 às 20h18

Hermano Freitas

Direto de São Paulo


Passageiros que desceram no final desta manhã no aeroporto de Guarulhos que desembarcaram do México relataram que a situação no país é de pânico, com as ruas vazias e as atividades sociais interrompidas por causa do surto de gripe suína. No vôo, a tripulação recomenda aos passageiros lavar as mãos e usar as máscaras cirúrgicas, o que foi seguido por metade dos passageiros, segundo um dos próprios viajantes. No desembarque, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) distribui folhetos informativos em que recomenda atenção para os sintomas da doença e faz anúncios com recomendações pelos auto-falantes do desembarque.

Passageiros usam máscaras ao desembarcar em Guarulhos
Passageiros usam máscaras ao desembarcar em Guarulhos
Foto: Vagner Campos / Futura Press

O bancário Fábio Costa de Figueiredo, 34 anos, afirmou que o presidente do México faz anúncios constantes em rede nacional de televisão. Ainda de acordo com o turista, que foi a passeio para aquele país, 6 milhões de máscaras foram distribuídas na região. "Com as informações, os postos de saúde estão abarrotados de gente, que vão fazer exames. Os médicos não estão dando conta", disse.

O técnico em informática Maurício Callijo, 37 anos, veio para passar quatro dias a trabalho no Brasil e relata que as ruas parecem ter sido evacuadas, de tão desertas. O mexicano se tranqüiliza em saber que todos em sua família estão bem.

O empresário brasileiro Orlando Ferreira de Souza, 45 anos, foi a turismo com a família e foi pego de surpresa pela situação. Tentou remarcar sua volta para sábado, mas encontrou todos os vôos lotados.

O gerente de viagens Ricardo José de Carvalho, 33 anos, disse que tentou jantar fora no sábado passado, mas todos os restaurantes estavam fechados. Carvalho afirmou ainda que não usou máscara no vôo porque não ia adiantaria usar proteção para passar cerca de 10 horas junto com outras pessoas.

A consultora de imagem mexicana Gimena de la Parra Barreras veio com o noivo, o empresário brasileiro Rodrigo Valelongo, 26 anos. Os dois vieram se casar no Brasil no dia 1° de maio e tinham planos de fazer uma festa no México no dia 30. O surto de gripe suína deve mudar seus planos. A mãe da jovem, a pedagoga Charo de la Parra, 52 anos, disse que não espera que a filha cancele a festa por causa da doença. A mulher afirmou ter confiança nas autoridades de seu país e quer que a filha se case no México, de acordo com os planos iniciais. "Não podemos parar de viver por causa de uma doença", disse.

No folheto distribuído, a Anvisa orienta a usar máscaras cirúrgicas, ter cuidado com aglomerações e não compartilhar objetos de uso pessoal em quando estiver em áreas afetadas. A companhia Aeroméxico afirmou que todos os funcionários que manipulam alimentos tomam os devidos cuidados, como usar luvas e máscaras cirúrgicas. A Aeroméxco e a Mexicana, as duas companhias que mantém vôos regulares para Guarulhos, não informaram quantos passageiros desembarcaram nesta segunda. A primeira não se pronunciou e segunda alegou que esta informação é sigilosa.

A Mexicana disse que adotou todos os procedimentos recomendados pela Organizão Mundial de Saúde (OMS).

O que é a gripe suína
É uma doença respiratória que atinge porcos causada pelo vírus influenza tipo A, que tem diversas variantes. Algumas das mais conhecidas são a H1N1, a H2N2 e a H3N2.

A gripe suína geralmente não atinge os humanos, e até então eram raros são os casos de contágio de pessoa para pessoa. A contaminação ocorre da mesma forma que a gripe comum, por meio de perdigotos (gotículas de saliva) lançados na tosse e espirros.

Sobre o recente surto que teve origem no México, a Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou que alguns dos casos registrados são formas não conhecidas da variedade H1N1 do vírus Influenza A.

Ele é geneticamente diferente do vírus H1N1 que vem atacando humanos nos últimos anos e contém DNA associado aos vírus que causam as gripes aviária, suína e humana, incluindo elementos de viroses européias e asiáticas.

Fonte: Redação Terra
publicidade