Brasil

publicidade
12 de janeiro de 2011 • 23h25 • atualizado às 02h36

Fashion Rio lamenta morte de estilista e família em deslizamento

Reprodução de foto da estilista postada no blog Roda da Moda em 16 de maio de 2008
Foto: Reprodução

O Fashion Rio divulgou uma nota sobre a estilista Daniela Connolly, 39 anos, que morreu soterrada junto com oito parentes em uma casa em Itaipava, na Região Serrana do Rio, nesta quarta-feira. "O Fashion Rio gostaria de apresentar sinceras condolências à família e aos amigos da estilista Daniela Conolly. Todos os envolvidos no evento ficaram muito entristecidos com a tragédia que ocorreu na Região Serrana do Rio de Janeiro", diz a nota.

Daniela, que é irmã de um executivo do Banco Icatu, Erick Connolly, e mais 15 pessoas estavam hospedados em uma casa alugada em um sítio da cunhada da vereadora Andréa Gouvêa Vieira (PSDB), Ângela Gouvêa. Eles comemoravam o aniversário do pai de Connolly, Armando, que também morreu no desastre. Erick estava no trabalho, no Rio, no momento da tragédia.

O marido da estilista, Alexandre França, e o filho, João Gabriel, estão entre as vítimas do deslizamento de terra. Daniela Conolly era dona da grife Koolture, que surgiu na edição de 2005 do Fashion Rio. Ela se formou em Design Gráfico em 1996 pela Parsons School of Design, em Nova York. Morou 10 anos fora do Brasil, oito deles em Manhattan, onde trabalhou com design para publicidade e para o mercado editorial, em empresas como a Newsweek e Ink & Co.

As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. Pelo menos 267 pessoas morreram nas cidades de Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e a Defesa Civil, em 24 horas foram registrados 140 mm de chuva, volume esperado para todo o mês de janeiro na região.

Veja onde foram registradas as mortes:

O Dia