1 evento ao vivo

Dilma deve conversar com Morales sobre senador boliviano até amanhã

27 ago 2013
14h58
atualizado às 15h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>O senador boliviano Roger Pinto Molina, 53 anos, foi piv&ocirc; de crise diplom&aacute;tica</p>
O senador boliviano Roger Pinto Molina, 53 anos, foi pivô de crise diplomática
Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff deve conversar entre esta terça-feira e a quarta com o presidente da Bolívia, Evo Morales, sobre o caso de senador boliviano que foi retirado da embaixada brasileira no país sem salvo-conduto com a ajuda de um diplomata brasileiro, afirmou uma fonte do governo.

O episódio, que ocorreu sem a anuência do governo brasileiro e teve a responsabilidade assumida pelo diplomata Eduardo Saboia, foi um dos fatores que levaram à saída do embaixador Antonio Patriota do comando do Ministério das Relações Exteriores na segunda-feira.

O senador boliviano Roger Pinto, que recebeu asilo do governo brasileiro e estava refugiado na embaixada brasileira há cerca de 450 dias, deixou a Bolívia na sexta-feira a bordo de um carro da embaixada brasileira, que percorreu 1,5 mil quilômetros até cruzar a fronteira, sem o conhecimento das autoridades bolivianas.

A fuga do senador com o apoio de Saboia, encarregado de negócios da embaixada do Brasil em La Paz, foi a gota d'água para a saída de Patriota, cuja atuação já não agradava a presidente. Segundo a fonte, que falou sob a condição de não ter seu nome revelado, Dilma considerava que o ex-ministro não defendia as posições do País com a firmeza necessária.

Por isso mesmo, a presidente escolheu o representante brasileiro na Organização das Nações Unidas (ONU), Luiz Alberto Figueiredo Machado, para assumir o Itamaraty. Ainda de acordo com essa fonte, Machado saberia "comprar uma briga" quando for essa a orientação do governo. Machado deve tomar posse até a quinta-feira e já participa como titular da pasta da reunião da Unasul, que ocorrerá na sexta-feira, no Suriname.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade