3 eventos ao vivo

Desproporcional é 7 a 1, diz israelense sobre ataque a Gaza

Ministério das Relações Exteriores condenou as críticas feitas pelo governo brasileiro à ofensiva israelense

24 jul 2014
22h19
atualizado em 11/8/2014 às 21h27
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p class="text">Yigal Palmor disse que a reposta de Israel aos ataques do Hamas "é perfeitamente proporcional"</p>
Yigal Palmor disse que a reposta de Israel aos ataques do Hamas "é perfeitamente proporcional"
Foto: Twitter

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores israelense, Yigal Palmor, condenou as críticas feitas pelo governo brasileiro ao "uso deproporcional da força israelense" em entrevista ao Jornal Nacional e ironizou o termo empregado pelo Brasil ao lembrar da derrota sofrida pela seleção brasileira para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo. 

"A reposta de Israel é perfeitamente proporcional, de acordo com a lei internacional. Isso não é futebol. No futebol, quando um jogo termina em empate, você acha proporcional, e quando é 7 a 1 é desproporcional", declarou Palmor.

O porta-voz de Israel também disse na entrevista, exibida nesta quinta-feira, que desproporcional "seria deixar centenas de pessoas mortas nas ruas de Israel".

A dura resposta israelense foi dada depois de o Brasil ter chamado para consultas o seu embaixador em Tel Aviv, classificado de "inaceitável a escalada da violência em Gaza" e condenado "energicamente o uso desproporcioanl da força por Israel na Faixa de Gaza".

O governo israelense já havia criticado a postura do governo brasileiro antes de Yigal Palmor falar ao Jornal Nacional. O mesmo porta-voz israelense havia dito ao jornal Jerusalem Post que o Brasil é um "anão diplomático".

Em meio a troca de farpas, o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Luiz Alberto Figueiredo, rebateu dizendo que "o Brasil é um dos 11 países do mundo que têm relações diplomáticas com todos os membros da ONU" e "um histórico de cooperação pela paz internacional”.

Mais de 750 palestinos já morreram desde o início da ofensiva israelense em 8 de julho.

Faixa de Gaza: entenda o conflito Faixa de Gaza: entenda o conflito
Conheça um pouco mais sobre a região, que tem um quarto do tamanho do município de São Paulo, mas uma enorme importância para a história do Oriente Médio

Veja também:

Último debate entre Trump e Biden tem tom mais ameno, mas com troca de acusações; veja destaques
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade