Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!

 Boletim
Receba as últimas notícias em seu email
Crise no Governo
Segunda, 29 de agosto de 2005, 15h39  Atualizada às 17h26
Cristovam Buarque anuncia que vai sair do PT
 
 Últimas de Crise no Governo
» Badalados, Ronaldinho e Barcelona chegam ao Japão
» Garibaldi confirma data da leitura de relatório
» Relator busca ajuda para indiciar assessor de Lula
» Amigo de Lula avisa à CPI que não vai depor na terça
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O senador petista Cristovam Buarque (DF) anunciou hoje que vai deixar o partido, mas garantiu que sua saída não está relacionada ao escândalo do financiamento paralelo. Cristovam afirmou que o partido pode ser refundado e voltar ainda melhor, mas prevê que a nova realidade vai levar de cinco a dez anos. "Não vou esperar 10 anos, por isso é melhor outra sigla", disse a jornalistas durante seminário sobre globalização.

» Tudo sobre a crise no governo
» Fórum: opine sobre a crise no governo

"Esses últimos eventos foram feitos por algumas pessoas e o PT é um partido honesto. O PT não mostrou um projeto nacional de como mudar a economia", disse.

O senador afirmou ainda que tanto pode ir para outro partido como permanecer independente. Ele afastou ir para o PSOL ("não me enquadro").

Cristovam disse ainda que poderá apoiar uma possível candidatura do presidente Lula nas eleições de 2006. "Depende de quais forem os outros candidatos. Eu não descarto fazer campanha para o presidente Lula, que, juntando tudo, é um bom presidente, mas não cumpriu as promessas de campanha", disse.
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.