Crise aérea

Crise aérea

Terça, 15 de janeiro de 2008, 06h24

Em dezembro, 43% dos vôos do País atrasaram, diz Anac

Dados oficiais da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram que apenas 43% dos vôos nacionais não sofreram atraso em dezembro de 2007. O índice, que considera atraso a partir de 15 minutos, de acordo com o padrão internacional, é maior do que o registrado em dezembro de 2006, quando ficou em 36%. As informações são da Folha de S.Paulo.

» Confira o seu vôo
» Saiba o que fazer em caso de atrasos
» Vôo da presidente da Anac atrasa
» vc repórter: mande fotos e notícias

Esse índice oficial não contabiliza problemas meteorológicos ou possíveis interdições em aeroportos. A diretoria da Anac, que se reuniu ontem no Rio, informou que deverá haver um programa de redução de atrasos.

O índice não chega a ser refletido pelos números da Infraero, que contabiliza atrasos apenas a partir de uma hora.

No cruzamento de dados entre regularidade de partidas e chegadas e pontualidade - chamado de eficiência operacional - o índice ficou em 51%. Os números não são considerados aceitáveis pela Anac.

  • Imprima esta notícia
  • Envie esta notícia por e-mail

Busca

Busque outras notícias no Terra: