Cidades

publicidade
20 de abril de 2010 • 07h51

Veja o que abre e fecha em Belém no feriado de Tiradentes

 

Poucos serviços deixarão de funcionar em Belém (PA) neste feriado de Tiradentes. Supermercados, comércio e shopping funcionam normalmente. Unidades básicas de saúde também estarão de portas abertas para a vacinação da gripe A. Somente os órgãos públicos terão ponto facultativo e alguns, como os tribunais, funcionam em regime de plantão. Já os bancos fecham e só abrem depois do feriado. Veja o que abre e fecha na capital paraense:

Bancos - A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) comunica que as agências estarão fechadas para atendimento ao público no dia 21. No dia 20 (terça-feira), véspera do feriado, haverá expediente bancário normal. As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo) e os carnês que vencerem no feriado poderão ser pagos no próximo dia útil (22), sem incidência de multa.

Comércio e shoppings - As lojas dos três maiores shoppings da cidade - Boulevard, Castanheira e Pátio Belém - estarão abertas no feriado. Todas funcionam no horário de 10h às 22h. As lojas do centro comercial de Belém também funcionam normalmente, segundo informou o Sindicato de Lojistas do Comércio de Belém. O horário será das 8h às 14h.

Supermercados - Os estabelecimentos desse tipo ainda não estabeleceram acordo para funcionamento no feriado.

Saúde - Em virtude da campanha de vacinação contra o vírus H1N1, todas as unidades básicas de saúde, que normalmente só funcionam em horário comercial, vão estar abertas no feriado de Tiradentes. O horário de vacinação é de 8h as 17h. Os Pronto-Socorros Mário Pinotti (14 de Março) e Humberto Maradei (Guamá) funcionam normalmente 24 horas. Segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde, se houver necessidade, médicos de sobreaviso podem assumir plantões em caso de falta desses profissionais de saúde.

Justiça - O Tribunal de Justiça do Pará e o Tribunal do Trabalho da 8ª Região funcionam em regime de plantão. Na Justiça comum funcionarão plantões na primeira e segunda varas cível e criminal.

Redação Terra