0

vc repórter: deficientes físicos participam de movimento no RJ

21 set 2011
20h32
atualizado às 22h23

Em comemoração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, cerca de 200 pessoas, entre deficientes e familiares, realizaram uma passeata na manhã desta quarta-feira, 21, da Igreja da Candelária até a Cinelândia, na região central da capital fluminense.

Cerca de 200 pessoas, entre deficientes físicos e familiares, participaram do movimento "Superação Rio",  nesta quarta-feira
Cerca de 200 pessoas, entre deficientes físicos e familiares, participaram do movimento "Superação Rio", nesta quarta-feira
Foto: José Carlos Pereira de Carvalho / vc repórter

O movimento, denominado "Superação Rio", chega a sua quarta edição e é realizado pelo Instituto Novo Ser, em parceria com a ONG Movimento Superação, de São Paulo. Entre os participantes do evento estava Luciana Novaes, que ficou tetraplégica ao ser baleada no pátio da Universidade Estácio de Sá, em maio de 2003.

De acordo com Ricardo Gonzales, coordenador de projetos do Instituto, a manifestação pretende chamar atenção para os direitos dos portadores de deficiência física. "Buscamos conscientizar a sociedade, especialmente os empresários e os órgãos públicos, para que os deficientes sejam respeitados e tenham acesso ao lazer, ao trabalho e serviços em geral, sem que haja um tratamento excludente", afirma Gonzales.

Ainda segundo Gonzales, embora a Lei nº 10.98/2000, de acessibilidade, regulamente o acesso das pessoas com deficiência em várias dimensões, como: acessibilidade arquitetônica, sem barreiras físicas e comunicacionais, os portadores de deficiência ainda carecem de respeito e têm a acessibilidade comprometida nos diversos âmbitos sociais.

O internauta José Carlos Pereira de Carvalho, do Rio de Janeiro (RJ), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui .

vc repórter

compartilhe

publicidade
publicidade