0

vc repórter: cheia do rio Negro altera paisagem em Manaus

23 jun 2009
15h04
atualizado em 24/6/2009 às 11h48

A cheia dos rios no estado do Amazonas continua afetando a vida de centenas de pessoas. Na cidade de Manaus, 19 bairros já foram atingidos pelo aumento do nível do rio Negro. A população e os turistas, que nunca tinham presenciado uma cheia desta proporção, aproveitam a oportunidade para tirar fotos e nadar em alguns dos pontos turísticos da cidade.

Moradores e turistas aproveitam a cheia do rio Negro, na praia da Ponta Negra, em Manaus
Moradores e turistas aproveitam a cheia do rio Negro, na praia da Ponta Negra, em Manaus
Foto: Rafael R. Soares / vc repórter

Um dos exemplos é a praia da Ponta Negra, localizada a 13 km do centro da capital. O aumento do nível do rio cobriu toda a faixa de areia da praia, que atraiu um grande número de pessoas no último final de semana.

De acordo com o Hotel Tropical, próximo do local, não houve alteração no movimento no estabelecimento. A única diferença é que agora a areia da praia não pode ser utilizada.

Segundo o morador Rafael Soares, o contraste causado pelas cheias é o que mais chama a atenção. Se de um lado o visual fica muito mais bonito, de outro afeta negativamente a vida das pessoas que vivem em casas nas margens do rio. "Grande parte da população dos bairros de Aparecida, São Raimundo e Glória teve que deixar suas casas em decorrência da cheia", conta. É comum a utilização de canoas e pequenos barcos como meio de transporte.

Nesta segunda-feira, as águas do rio Negro atingiram a marca de 29,65 m, segunda maior cheia da história. Em 1953, a marca registrada foi de 29,69 m.

A previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) é de que as chuvas continuem a atingir a região norte do país nesta última semana do mês de junho. A partir da primeira semana de julho, a presença de uma massa de ar seco começa a influenciar no clima na região, diminuindo assim o nível de precipitações.

Os internautas Rafael R. Soares e Cristiano Melo, de Manaus (AM), e Jefferson Rondolfo, de Cotia (SP), participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

vc repórter

compartilhe

publicidade
publicidade