4 eventos ao vivo

Temporal causa alagamentos e fecha aeroporto em São Paulo

Tempestade avançou para todas as regiões da cidade no final da tarde

14 fev 2013
17h10
atualizado em 15/2/2013 às 19h51
  • separator
  • comentários

Toda a cidade de São Paulo entrou em estado de atenção para alagamentos na tarde desta quinta-feira. A zona leste foi a primeira a sofres as consequências das chuvas segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da prefeitura.

Conforme imagens de radar, a precipitação era intensa em praticamente toda a extensão da zona oeste e da região central. Na zona norte, a chuva era forte em Pirituba, Jaraguá, Freguesia do Ó e Casa Verde. Nas demais localidades da região, a chuva era moderada com pontos fortes. Por volta de 18h, chovia moderado em toda a zona leste. Na zona sudeste, chovia forte entre a Vila Mariana e Ipiranga. Na zona sul, a chuva era moderada.

Veja o que acontece quando chove em SP

<p>Nuvens carregadas na região central da cidade de São Paulo, na tarde desta quinta-feira</p>
Nuvens carregadas na região central da cidade de São Paulo, na tarde desta quinta-feira
Foto: Elisa Rodrigues / Futura Press

Na Grande São Paulo, as chuvas eram fortes em Santana de Parnaíba, Barueri, Osasco e parte do ABC paulista. Nos demais municípios, as chuvas oscilam entre fraca e moderada intensidade. Por volta das 16h25, o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, registrou rajadas de vento de aproximadamente 55km/h. Em Congonhas, na zona sul, a velocidade dos ventos atingiu os 53km/h às 17h33.

Somente no início da noite a cidade deixou o estado de atenção. De acordo com imagens de radar, a precipitação era leve em praticamente todos os bairros da cidade às 19h50, exceto no extremo da zona sul, onde não havia chuvas.

Alagamentos
Às 19h50, a cidade ainda registrava 43 pontos de alagamento, sendo 17 intransitáveis. Segundo o CGE, os motoristas deveriam evitar a rua Manoel Dutra e o avenida Nove de Julho, na Bela Vista.

Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Na região da Lapa, as ruas Clelia, Luis Murat e as avenidas Imperatriz Leopoldina, Marquês de São Vicente, Francisco Matarazzo e Gonçalo Madeira estavam bloqueadas por causa de alagamentos. Em Pinheiros, a rua Henrique Schaumann tinha um ponto intransitável e o túnel Max Feffer chegou a ser fechado.

Haviam pontos problemáticos na avenida Brigadeiro Faria Lima, na rua dos Pinheiros e no túnel Jornalista Fernando Vieira de Mello.

Na zona leste, eram registrados pontos de alagamento intransitaveis na  Radial Leste e na avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo. Na zona sul, as avenidas Roque Petroni Junior, Interlagos, Washington Luis, Santo Amaro e marginal Pinheiros sentido Interlagos também foram bloqueadas, além da rua Chafic Maluf.

Metrô e CPTM
A chuva também prejudicou o transporte público da capital. Às 19h, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás do Metrô operavam em velocidade reduzida. Somente a linha 4-Amarela funcionava normalmente.

Passageiros tentam entrar na estação Berrini da CPTM
Passageiros tentam entrar na estação Berrini da CPTM
Foto: Renato Beolchi / Terra

Já a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM)  informou que o tráfego de trens da Linha 8-Diamante foi interrompido por  volta das 18h, por causa de um ponto de alagamento.  Segundo a companhia, os trens não circulavam entre as estações Palmeiras Barra Funda e Lapa.

Outro alagamento chegou a prejudicar a circulação na Linha 10-Turquesa, mas a água acabou recuando e as linhas voltaram a funcionar normalmente. Por volta de 19h30, os passageiros ainda enfrentavam lentidão na Linha 7-Rubi.

Aeroporto de Congonhas
Às 17h48 a Infraero fechou o aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, para pousos e decolagens por causa das fortes chuvas. Segundo a empresa, até às 20h, 43 voos haviam sido cancelados, o que reprsenta 20,4% dos voos programados para hoje.

Por volta de 18h40 o aeroporto reabriu e passou a operar com o auxílio de instrumentos.

Congestionamento
Às 20h, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 106 km de lentidão nas principais vias da cidade. Segundo a Companhia, o pior trecho estava na Marginal Pinheiros, sentido Castello Branco, com 8,8 quilômetros de congestionamento.entre a rua Américo Brasiliense e a ponte Cidade Universitária.

Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

Na marginal Tietê, a lentidão de 7 quilômetros ia da ponte da Freguesia do Ó até a rodovia Castello Branco.

Já a avenida dos Bandeirantes, sentido marginal, apresentava 6 km de congestionamento, entre o viaduto Jabaquara e a marginal Pinheiros.

Previsão

Os próximos dias seguem com condições típicas de verão na Grande São Paulo, com sol, variação de nuvens e temperaturas em elevação. As mínimas oscilam em torno dos 19ºC, enquanto que as máximas podem superar os 30ºC. No final do dia, esperam-se chuvas de verão na Grande São Paulo.

O tempo não muda muito no sábado, que deve apresentar sol com variação de nuvens na capital paulista. Os termômetros variam entre mínimas de 19ºC e máximas em torno dos 29ºC. No final da tarde, a nebulosidade aumenta e retornam as condições para chuvas na forma de pancadas.

Colaboraram com esta notícia os internautas Ana Lehticia Maezano, Marcelo Prado, Rodrigo C. Santos, Josué A. Vicente, Massao Fuji, Rodrigo Abolafio, André Santana, Jaqueline Amaro, Edimilson Nogueira, Carlos Eduardo Carijó, Jackeline Silva Gasparini e Patricia Oliveira, de São Paulo (SP), e Josie Santos, de Osasco (SP), que participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui .

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade