2 eventos ao vivo

SP: 130 cães que sofriam maus-tratos são liberados para adoção

12 abr 2012
18h56
  • separator
Géro Bonini
Direto de Botucatu

Pouco mais de duas semanas após terem sido resgatados pela Vigilância Ambiental e Saúde (VAS) e pela Polícia Militar de Botucatu, a 264 km de São Paulo, os 130 cachorros que sofriam maus-tratos e viviam em condições precárias, trancados dentro de gaiolas, em uma casa na Vila dos Lavradores, foram liberados pela Associação de Proteção aos Animais para adoção.

Devido à grande procura - principalmente pela predominância de filhotes e cães de raça com alto valor de mercado, como maltês, yorkshire, pequinês e shih-tzu -, a APA fará uma triagem das pessoas interessadas.

Os animais passaram por diversos cuidados clínicos, e alguns deles, em função do estado crítico de saúde, precisaram ser sacrificados. Na casa onde sofriam maus-tratos, a proprietária criava os cães para reprodução e subsequente venda dos filhotes.

Os interessados em adotar um desses animais devem entrar em contato com a APA de Botucatu por meio do telefone (14) 9701-2088. A proprietária da casa onde estavam os animais disse em entrevista que pretendia entrar na Justiça para impedir a adoção dos cães.

Cães eram mantidos em gaiolas em péssimas condições de higiene
Cães eram mantidos em gaiolas em péssimas condições de higiene
Foto: Vigilância Ambiental em Saúde / Divulgação

Veja também:

Em 'live' com alvos de ação do STF, Eduardo Bolsonaro cita 'momento de ruptura'
Fonte: Especial para Terra
publicidade