0

SP: 1 pessoa morre e 11 ficam feridas em desabamento de laje

12 jan 2012
16h29
atualizado às 20h14

Ricardo Santos
Direto de São Paulo

A laje de um prédio em construção desabou na tarde desta quinta-feira e matou um operário de 33 anos na Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo. Outros 11 funcionários ficaram feridos. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu na avenida General Penha Brasil, 2555, por volta das 15h30.

O prédio era uma obra do governo do Estado, no valor de R$ 13,2 milhões, e fazia parte do projeto Fábrica de Culturas, um complexo com atividades educacionais, culturais e esportivas. De acordo com o secretário estadual de Cultura, Andrea Matarazzo, o prédio começou a ser erguido em outubro de 2009 e seria entregue entre abril e maio deste ano. "Com esse acidente, paralisamos essa e outra obra da mesma construtora no bairro Cidade Tiradentes", disse.

Segundo Matarazzo, houve um colapso da estrutura interna da construção de cinco andares. Cerca de 300 m² de laje da cobertura, que ficava a uma altura de 27 m, cederam sobre o que seria um teatro.

No momento da queda, 60 operários trabalhavam no prédio, e 12 deles estavam sobre a laje que desabou. Um deles morreu na hora e onze se feriram, sendo que seis precisaram ser hospitalizados com ferimentos mais graves. Segundo Matarazzo, a construtora estava prestando assistência às famílias das vítimas.

"Vamos começar uma vistoria imediatamente. Nossa prioridade é determinar as causas do desabamento", afirmou. "Vamos pedir ajuda ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) na apuração. Também pediremos a análise dos procedimentos da construtora."

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de São Paulo (Sintracon-SP), Antonio de Sousa Ramalho, afirmou que o escoramento da obra não resistiu. "A chuva não tem nada a ver. Foi um erro de execução na obra. Engenharia é uma ciência exata, não pode acontecer algo assim", criticou.

Desabamento de uma obra deixou um morto na zona norte
Desabamento de uma obra deixou um morto na zona norte
Foto: Fernando Borges / Terra

Veja também:

Fonte: Terra
publicidade