0

Seguro da Samarco só cobre R$ 60 mi em danos a terceiros

17 nov 2015
14h48
  • separator
  • comentários

O seguro de responsabilidade civil da Samarco tem valor de cobertura de R$ 60 milhões. Esse é o máximo que a seguradora Allianz, responsável pela apólice, vai pagar à mineradora para a recuperação das áreas atingidas pelo rompimento das barragens de rejeitos em Mariana (MG), além das multas que a empresa terá que pagar.

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Este tipo de seguro é contratado pelas empresas para cobrir danos a terceiros - sejam eles pessoas, outras empresas ou o ambiente - pelos quais a companhia possa ser responsabilizada civilmente. Na caso de Mariana, o valor total dos prejuízos ainda não foi calculado com precisão, mas o Ministério Público Federal (MPF) e a Samarco já fizeram um acordo para que a companhia reserve R$ 1 bilhão para os custos do desastre.

A Samarco tem como acionistas duas das maiores mineradoras do mundo: a brasileira Vale e a anglo-australiana BHP Billiton. Nem a empresa nem seus controladores divulgaram os valores da cobertura de seguros contratada, mas a Vale admitiu ontem que a apólice de responsabilidade civil da Samarco não será suficiente para pagar os prejuízos.

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Segundo o diretor executivo de finanças e relações com investidores da Vale, Luciano Siani, o valor é "bem inferior" aos primeiros valores de indenizações que já foram definidos, como a multa de R$ 250 milhões do Ibama.

Procurada, a Allianz informou por meio de sua assessoria de imprensa que não comentará o assunto. Segundo um executivo com conhecimento do assunto, que pediu para não ser identificado, a seguradora tem resseguro para o contrato e, portanto, não vai arcar com a indenização sozinha. Quando o valor de cobertura de um seguro é muito alto, as seguradoras recorrem a resseguradoras - empresas que dividem os grandes riscos com as seguradoras e os pulveriza pelo mundo repassando parte deles a outras resseguradoras.

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O Financista Todos os direitos reservados
  • separator
  • comentários
publicidade