0

SC: relatório aponta que 26,8% das praias estão impróprias

12 dez 2010
12h13
atualizado às 14h48
  • separator
  • comentários
Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

O litoral de Santa Catarina conta com 52 pontos impróprios para banho, segundo relatório de balneabilidade divulgado pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma). No total, de acordo com o diretor do órgão, Murilo Flores, foram avaliadas 197 localidades de 27 municípios. "O resultado mostrou que 52 pontos, ou 26,8%, não apresentam condições satisfatórias para os banhistas", afirmou.

Foi o primeiro relatório da situação das praias catarinenses visando a próxima temporada de verão, que terá início em cerca dez dias. Em relação aos anos anteriores houve um acréscimo de praias poluídas em Santa Catarina. Ano passado, a Fatma reprovou 46 locais em seu primeiro relatório e, em 2008, 49 acabaram se mostrando impróprios para banho.

Na capital Florianópolis, a Fundação informou que 19, dos 64 pontos, onde houve coleta de água, não são próprios para banhos. Entre os pontos "impróprios", estão trechos de locais badalados como a Lagoa da Conceição, Canasvieiras, Ingleses e Armação do Pântano do Sul. A cidade recebe cerca de um milhão de visitantes apenas na temporada, a grande maioria entre os dias 26 de dezembro e 2 de janeiro.

O esgoto doméstico lançado em alguns balneários preocupa a fundação do meio ambiente. Entre os municípios catarinenses, a cidade de Itapema, uma das mais procuradas no verão, mostrou um quadro nada positivo: dos oito pontos da orla onde os técnicos retiraram amostras, seis acabaram reprovados.

Segundo Flores, os técnicos da Fatma começaram a coletar semanalmente amostras de água nos locais escolhidos. O trabalho segue até março de 2011. Os relatórios com a situação das praias catarinenses podem ser acompanhados pela internet, na página do governo estadual.

Pontos da Lagoa da Conceição estão impróprios para banho
Pontos da Lagoa da Conceição estão impróprios para banho
Foto: Fabrício Escandiuzzi / Especial para Terra
Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade