2 eventos ao vivo

RS: índios dizem que foram enganados por pequenos agricultores

Indígenas alegam que seus dados foram usados para obter financiamentos do Pronaf. Dinheiro teria sido desviado por estelionatários

11 jun 2013
17h01
atualizado às 17h18
  • separator
  • comentários

Índios da etnia kaingang do Rio Grande do Sul afirmam que foram vítimas de um golpe, aplicado por pessoas ligadas ao Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA). Os indígenas alegam que seus dados pessoais foram usados indevidamente para conseguir financiamentos que somam mais de R$ 630 mil junto ao Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf). O dinheiro teria sido desviado pelos estelionatários.

A denúncia foi feito por lideranças indígenas ao deputado federal gaúcho Jerônimo Goergen (PP), que encaminha, na tarde desta terça-feira, o dossiê montado pelos indígenas ao advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams.

De acordo com os indígenas, representantes do MPA estiveram na cidade de Tenente Portela, a 460 quilômetros de Porto Alegre, entre 2005 e 2006, onde se apresentaram como facilitadores de liberação de crédito do Pronaf. Foram realizadas várias reuniões, entrega de documentação e assinatura de pré-contratos, mas o dinheiro nunca apareceu.

“Depois de um tempo o pessoal começou a receber cartinhas de cobrança do banco”, diz uma das lideranças kaingang, que preferiu não se identificar. Segundo ele, os intermediadores possuíam inclusive notas fiscais para comprovar os gastos e liberar as parcelas. “Depois de um tempo essas pessoas desapareceram”, afirma.

O deputado que recebeu a denúncia dos indígenas afirma que vai encaminhar a denúncia feita pelos indígenas para a Advocacia-Geral da União, Procuradoria-Geral da República e Polícia Federal. “Acho que é mais um episódio gravíssimo... Além de tudo, ainda estão usando os índios para contrair dívidas. O índio não vai pagar, não tem como produzir nada, e agora, o governo brasileiro ainda terá que anistiá-los”, diz o deputado, que deve apresentar ainda um projeto que regulamenta o Artigo 231 da Constituição no que se refere a demarcação de terras indígenas.

Procurado pelo Terra , o Movimento dos Pequenos Agricultores ainda não se manifestou sobre o caso.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade