0

RJ: oposição quer anular sessão que elegeu presidente da CPI dos Ônibus

14 ago 2013
00h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Cinco vereadores de oposição da Câmara Municipal do Rio de Janeiro se reuniu na noite desta terça-feira, durante cerca de 30 minutos, com o procurador-geral de Justiça, Marfan Vieira, pedindo orientações de como anular a sessão que elegeu o vereador Domingos Brazão (PMDB) para presidir a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Ônibus.

Vieira disse que o Ministério Público "não tem como intervir neste momento". Ele orientou os parlamentares a entrarem na Justiça com um mandado de segurança para anular a sessão que elegeu os integrantes da CPI dos Ônibus.

O vereador Eliomar Coelho (PSOL) disse que vai conversar com outros três vereadores que não estiveram no encontro no Ministério Público para tomar uma decisão em conjunto sobre o mandado de segurança. Os três parlamentares com quem Eliomar conversará amanhã e fazem parte da oposição são: Brizola Neto (PSOL), Renato Cinco (PSOL) e Reimont (PT).

Na visita ao Ministério Público, além de Eliomar, faziam parte do grupo: Paulo Pinheiro (PSOL), Teresa Bergher (PSDB), Jefferson Moura (PSOL) e Marcio Garcia (PR). O vereador Marcio Garcia disse que o documento poderá ser redigido nas próximas horas e, se ficar pronto amanhã, o mandado de segurança será encaminhado à Justiça.

Agência Brasil Agência Brasil
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade