publicidade
02 de outubro de 2012 • 17h20 • atualizado em 04 de Outubro de 2012 às 12h14

RJ: funcionário afirma ter visto aluno se jogar de janela de colégio

Monitor da escola afirmou ter testemunhado o aluno se jogando da janela do 5º andar do colégio São Bento
Foto: Mônica Garcia / Especial para Terra
 
Mônica Garcia
Direto do Rio de Janeiro

Um monitor do colégio São Bento, no Rio de Janeiro, prestou depoimento na tarde desta terça-feira sobre a queda de um aluno de 12 anos do 5º andar da instituição de ensino. Segundo o delegado-titular da 1ª DP (Praça Mauá), José Afonso Mota, o funcionário contou que o estudante se jogou da janela do corredor do colégio.

"A testemunha viu ele se jogando. Ele viu o aluno pendurado na janela com o corpo para fora, segurando na marquise. Quando ele falou 'o que é isso que está acontecendo?', ele soltou a mão", disse Mota.

Momentos antes, o monitor havia encontrado o aluno no 6º andar, onde ficava sua sala, e brincou com o fato de o estudante estar sorrindo, coisa rara, já que o garoto - que estudava há cinco anos na instituição - era muito introvertido. "Ele não era de muita fala, tanto que ele (monitor) pegou o menino rindo no corredor momentos antes e falou, 'o mundo vai acabar, o P. está rindo'".

Segundo o delegado, o garoto estava sozinho no momento da queda. Antes de se pendurar na janela, o estudante tirou os óculos, o relógio, a mochila e R$ 5 que estavam com ele. O delegado-titular não tem como afirmar se ele estava sofrendo bullying ou depressão.

"Ele estava sozinho no momento. Era a saída da escola, foi no corredor do 5º andar, embora ele estudasse no sexto. Ele veio descendo pelas escadas. A priori houve uma tentativa de suicídio, mas ainda está muito cedo para falar isso", comentou. Mota ainda afirmou que o material escolar do estudante será recolhido para perícia, e outras pessoas serão ouvidas para ajudar a elucidar o caso, inclusive os pais do adolescente.

Especial para Terra