Cidades

publicidade
18 de fevereiro de 2011 • 13h13 • atualizado às 13h28

Rio: bebê jogado em valão já respira sem a ajuda de aparelhos

O recém-nascido resgatado de um valão em Queimados, na Baixada Fluminense, continua internado na Maternidade Mariana Bulhões, em Nova Iguaçu, nesta sexta-feira. De acordo com a equipe médica, o bebê apresentou melhora considerável e já respira sem a ajuda de aparelhos, mas seu estado de saúde ainda inspira cuidados.

A criança - um menino - foi jogada de uma ponte quando ainda tinha poucas horas de vida em um canal da Travessa Doutor Geraldo Albernaz, no bairro Ponte Preta, na manhã de quinta-feira. Ele foi resgatado por policiais e moradores que se jogaram no esgoto para salvá-lo, depois de ser arrastado pela correnteza por cerca de dez metros.

Moisés
Na maternidade, o bebê de 50 centímetros e 2,5 kg recebeu o nome de Moisés, que significa "salvo das águas". O recém-nascido está na incubadora e é constantemente submetido a exames de sangue, uma vez que o risco de ele apresentar alguma infecção ainda é grande, já que foi encontrado em ambiente insalubre, em contato com o esgoto.

Moisés deve permanecer internado por 15 dias na maternidade. Quando receber alta, será encaminhado pelo Conselho Tutelar para um abrigo, onde deve entrar na fila de adoção caso a família não seja localizada. A polícia ainda não tem pistas de quem seria a mãe da criança e o responsável por jogá-lo da ponte.

O Dia