0

vc repórter: manifestantes pedem impeachment de Dilma no DF

27 mai 2015
16h36
atualizado em 28/5/2015 às 16h28
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Uma manifestação liderada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) reúne cerca de 300 pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar, na tarde desta quarta-feira (27) em Brasília, no Distrito Federal. O ato, denominado como Marcha pela Liberdade, pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Manifestante pró-impeachment se reúnem em frente ao Congresso Nacional
Manifestante pró-impeachment se reúnem em frente ao Congresso Nacional
Foto: Charles Sholl / Futura Press

Integrantes do movimento saíram às 14h do Museu Nacional rumo ao Congresso. Com carro de som, uma bandeira de aproximadamente 50 metros e trajes em verde e amarelo, o grupo entoou canções contra Dilma e o Partido dos Trabalhadores. "Olê, olê, olê, olê, 'tamo' na marcha para derrubar o PT" e "Chora petista, bolivariano, a roubalheira do PT 'tá' acabando" foram algumas das frases ouvidas durante o trajeto. 

Por segurança, três faixas do Eixo Monumental precisaram ser bloqueadas. Segundo a Polícia Militar, até as 15h50 o ato era pacífico. 

Siga o vc repórter no Twitter

Líderes do MBL participaram de uma reunião com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e com deputados da oposição. Pelo Facebook, o grupo afirmou que Cunha "garantiu a todos os presentes que o pedido de impeachment protocolado pelo MBL será devidamente analisado pela equipe técnica da Câmara". 

Protesto contra Dilma reúne 300 pessoas em Brasília

O protesto teve início no dia 24 de abril, quando integrantes da Marcha pela Liberdade em Defesa da República saíram de São Paulo em caminhada rumo à Brasília. Em 33 dias, o grupo percorreu mais de 1 mil quilômetros a pé. 

No último sábado (23), dois integrantes do movimento foram atropelados na BR-060, em Alexânia (DF). Integrantes do MBL suspeitam que o fato teria sido um atentado do Movimento dos Sem Terra  (MST) contra a Marcha pela Liberdade. Em vídeo publicado no Facebook, eles pedem para a polícia investigar se o motorista responsável pelo acidente pertence ao MST.

Segundo a Polícia Militar, 300 pessoas participam do protesto
Segundo a Polícia Militar, 300 pessoas participam do protesto
Foto: Charles Sholl / Futura Press

O leitor Reginaldo Bertelli, de Brasília (DF), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para smartphones, para o número +55 11 97493.4521.

 

vc repórter
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade