5 eventos ao vivo

Protesto de profissionais da educação reúne 5 mil em SP

Professores, diretores, supervisores e coordenadores pedagógicos se reuniram no Masp, na avenida Paulista, e desceram pela rua da Consolação, uma das mais movimentadas da capital

13 mai 2014
16h56
atualizado às 17h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Uma manifestação de professores, diretores, supervisores escolares e coordenadores pedagógicos da rede municipal de ensino interdita vias importantes da região central de São Paulo na tarde desta quarta-feira. Segundo a Polícia Militar, são cerca de 5 mil manifestantes que, às 16h40, desciam a rua da Consolação no sentido centro. A organização do ato estima que sejam 10 mil os participantes. Eles seguem para o Viaduto do Chá, onde está localizada a prefeitura.

A concentração do grupo aconteceu na avenida Paulista, no Masp. Às 16h45, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), havia 2 km de lentidão na Paulista, sentido centro, e a Consolação estava totalmente bloqueada, no mesmo sentido, na altura da rua Pedro Taques.

O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem) e tem entre itens da pauta de negociação desde condições de trabalho e segurança nas unidades escolares a valorização profissional.

Em greve desde o último dia 23 de abril, a categoria teve na sexta passada anúncio de reajuste de 15,48% no piso salarial, proposto pelo prefeito Fernando Haddad (PT), mas como abono complementar, este ano, e incorporado aos salários apenas a partir de 2015. Para o sindicato, a proposta precisa valer já como incorporação aos salários a partir deste ano.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade