1 evento ao vivo

PM culpa manifestantes por confrontos em Belo Horizonte

Segundo a PM, a confusão aconteceu após policiais terem sido atacados por jovens que faziam o protesto

18 jun 2013
00h25
atualizado às 00h35
  • separator
  • comentários

Em coletiva de imprensa na noite desta segunda-feira, o porta-voz da Policia Militar de Minas Gerais, tenente Luiz Alberto Alves, afirmou que os manifestantes são os culpados pelo confronto nesta tarde em Belo Horizonte. Segundo a PM, a confusão aconteceu após policiais terem sido atacados por jovens que faziam o protesto contra o valor de passagem - R$2,80 - e também um movimento contra a Copa do Mundo no Brasil.

<p>A Tropa de Choque foi acionada para tentar controlar os protestos em Belo Horizonte</p>
A Tropa de Choque foi acionada para tentar controlar os protestos em Belo Horizonte
Foto: Diego Garcia / Terra

De acordo com Luiz Alberto, a PM usou balas de borracha para conter os ânimos dos manifestantes.  O comandante negou, no entanto, que os militares tenham usado da violência excessiva. “A polícia é pacífica e não passiva”, afirmou. Alves ainda explicou que a PM não perdeu o controle da situação em nenhum momento.

A manifestação em Belo Horizonte começou por volta de 13h30, na praça Sete, no centro da capital. Quando o grupo ganhou corpo, os jovens caminharam em direção à praça da Rodoviária, também no centro, e depois foram para a avenida Antônio Carlos, principal via de acesso do centro à zona norte da capital e ao Mineirão - onde as seleções de Taiti e Nigéria se enfrentaram à tarde.

Quando os 25 mil manifestantes chegaram até cerca de cinco quilômetros do estádio, foram barrados pela PM. Neste momento, o clima ficou tenso. A manifestação, porém, seguiu pacífica. A um quilômetro do Mineirão, em nova barreira da polícia, a situação ficou complicada e militares e manifestantes se enfrentaram.

A polícia usou bombas de efeito moral e balas de borracha para conter os manifestantes. Segundo o tenente Luiz Alberto, houve a recomendação de que os militares mirassem da cintura para baixo.

De acordo com a PM, cinco pessoas foram presas durante a manifestação, três por danos a patrimônio privado e duas por pichação, e outras três ficaram feridas.

Duas pessoas caem de viaduto durante protesto
Duas pessoas caíram do viaduto José Alencar, em Belo Horizonte, que foi palco nesta segunda-feira de confronto entre a polícia e manifestantes que protestam contra a Copa das Confederações e o aumento da passagem de ônibus.

Gustavo Magalhães Justino, 19 anos, caiu do viaduto durante o confronto e foi encaminhado ao hospital Risoleta Neves. Segundo a polícia, ele caiu quanto tentava saltar de um nível para o outro. Seu estado de saúde é estável e ele não corre risco.

O mesmo aconteceu com uma mulher carregando uma criança no colo também caiu do viaduto. Ela não foi identificada e não há informações sobre o estado de saúde dela e da criança. Ela teria tido fratura exposta.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade