0

PB: padre faz campanha pela adoção de sapos em missa e Twitter

14 mar 2011
09h32
atualizado às 09h35
  • separator
  • comentários
Michelle Sousa
Direto de João Pessoa

Um padre do sertão da Paraíba aproveitou o apelo ecológico da Campanha da Fraternidade para estimular uma ação inusitada entre os fiéis: a de adoção de sapos. O religioso está tratando o assunto como uma campanha ecológica e tem lançado mão do Twitter para divulgar a iniciativa pela internet.

"Amar o sapo, bicho tão agredido, chutado, é expressão maior de amor à natureza, que clama por socorro", defendeu no Twitter o padre Djacy Brasileiro, da paróquia de Santa Cruz, município do sertão localizado a cerca de 445 km da capital paraibana. Segundo o padre, o amor à natureza começa por animais como sapos, cobras e pássaros. "O sapo só faz o bem à humanidade. Por que é tão desprezado? Vamos começar a amar o animal que por tanto tempo foi chutado, enojado, desprezado", defende.

O padre, que lançou a campanha ecológica durante celebração na paróquia, defendeu que as pessoas precisam ter coragem para começar a amar o sapo pelo "bem" que ele faz ao homem. "Alguns de vocês, queridos amigos, têm medo de sapo? Então, acostumem-se com a ideia de amar esse animal tão querido por Deus e pela Mãe Terra".

O padre Djacy Brasileiro é formado em Filosofia e Teologia. Em seu perfil no Twitter (@PadreDajcy), ele revela que tem paixão por causas sociais e o sonho de ver o povo "liberto da alienação política-religiosa". Ele tem recebido mensagens de apoio à campanha de adoção de sapos.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lança anualmente a Campanha da Fraternidade, pautada por problemas enfrentados pela sociedade brasileira. Este ano tem como tema "Fraternidade e a vida no planeta" e como lema "A criação geme em dores de parto".

Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade