1 evento ao vivo

Número de brasileiros que moram sozinhos chega a 6,9 milhões

24 jul 2011
08h35
atualizado às 10h52
  • separator

Pela primeira vez na história do País, o número de pessoas morando sozinhas ultrapassou o das famílias com cinco integrantes. Hoje, os domicílios com apenas um morador já são 12,2% do total, ante 10,7% das residências com cinco pessoas. Os brasileiros solitários já somam 6,9 milhões - quase três vezes mais que os 2,4 milhões de 1991. Em Porto Alegre, líder no ranking dos solitários entre as capitais, 21,6% da população mora sozinha. Considerando todas as cidades do País, a maior média é de Herval (RS), onde 26,6% das pessoas moram desacompanhados. Na outra ponta está Ipixuna (AM): lá, a alta proporção de indígenas faz menos de 1% dos lares ter só um morador. Os dados são de um recorte nos dados do Censo Demográfico de 2010, feito pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A pesquisa revela que o Brasil segue uma tendência internacional: há cada vez menos gente dividindo o mesmo teto. Existem, porém, duas grandes diferenças. Primeiro, de 2000 para cá, o ritmo de crescimento dos domicílios com apenas um morador foi cerca de 15% maior do que na década anterior. Depois, que morar sozinho era comportamento mais restrito às metrópoles; entretanto, nos últimos dez anos, o avanço de casas e apartamentos com apenas um morador foi quase 40% maior em cidades de 100 mil a 500 mil habitantes do que nos grandes municípios. As principais explicações para esse fenômeno são o crescimento no número de idosos e o aumento na renda média do brasileiro.

Veja também:

Em 'live' com alvos de ação do STF, Eduardo Bolsonaro cita 'momento de ruptura'
Fonte: Terra
publicidade