0

MP investiga possível fraude em alvarás do Templo de Salomão

30 jul 2014
20h48
  • separator
  • comentários

A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo da cidade de São Paulo instaurou inquérito para apurar possível irregularidade em todos os alvarás do Tempo de Salomão, obra da Igreja Universal na zona leste da capital. Segundo o Ministério Público (MP), não há documentos suficientes para formação de convicção pelo promotor responsável. Contudo, a obra ter sido feita apenas com alvarás de reforma “pode ser indicativo de fraude, descontrole da administração ou defeito grave de legislação”.

A Igreja Universal do Reino de Deus vai inaugurar em São Paulo uma réplica do Templo de Salomão que foi construído em um terreno de 35 mil metros quadrados
A Igreja Universal do Reino de Deus vai inaugurar em São Paulo uma réplica do Templo de Salomão que foi construído em um terreno de 35 mil metros quadrados
Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas / Divulgação

O MP explica que a investigação foi aberta inicialmente após pedido do vereador Adilson Amadeu em 2010, mas foi arquivada em 2011, após a prefeitura apresentar documentos e homologações que indicavam que a obra era regular.

Em 2 de junho deste ano, um profissional que preferiu não se identificar apresentou documentos ao MP que permitiram a reabertura da investigação. A promotoria pede agora documentos que possibilitem indicar que a obra é – ou não – regular.

Foto: Terra

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade