0

Moradores montam 'tropa de choque' contra reintegração em SP

13 jan 2012
16h17
atualizado às 17h04

Um grupo de moradores da comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos, a 87 km de São Paulo, fez um protesto na manhã desta sexta-feira contra a decisão judicial de reintegração de posse do terreno ocupado desde 2004, segundo a prefeitura. Para a manifestação, eles montaram uma 'tropa de choque', e se armaram com capacetes, escudos e lanças improvisados.

De acordo com um cadastramento do município de agosto de 2010, cerca de 1,6 mil famílias moram no terreno. O acampamento foi erguido sobre uma área que, segundo a prefeitura, pertence à massa falida da empresa Selecta, do grupo do empresário Naji Nahas. Ele é o autor da ação de reintegração de posse, acatada pela Justiça local no fim do ano passado.

Também na manhã de hoje, moradores do acampamento se reuniram com representantes da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), de lideranças sindicais e membros de partidos para discutir sobre a ocupação do terreno.

Ainda nesta sexta-feira, um ato de solidariedade aos moradores de Pinheirinho foi realizado, de acordo com o PSTU, com participação de cerca de 500 moradores, 18 sindicatos, além de movimentos sociais, partidos políticos e entidades estudantis. Segundo o partido, os sindicatos deverão fazer mais ações de apoio, e já foram confeccionados 20 mil adesivos e 50 mil panfletos em apoio à resistência do Pinheirinho.

Com escudos e lanças improvisados, a 'tropa de choque' quer defender 1,6 mil famílias que moram no local
Com escudos e lanças improvisados, a 'tropa de choque' quer defender 1,6 mil famílias que moram no local
Foto: Mário Ângelo / Futura Press
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade