1 evento ao vivo

MG é o Estado que mais desmata no País, diz estudo

26 mai 2010
12h42
atualizado às 13h00
THAÍS SABINO
Direto de São Paulo

Minas Gerais está entre os três locais considerados como "campeões de desflorestamento" pelo estudo Atlas dos Remanescentes Florestais da Mata Atlântica, realizado pela Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Segundo a coordenadora do Atlas pela SOS Mata Atlântica, Márcia Hitora, o Estado do Sudeste "é a região que apresenta a situação mais crítica".

Os números reforçam a liderança de Minas na destruição do bioma, entre os anos de 2008 e 2010. O desflorestamento na região subiu 15%, e o território coberto pela Mata Atlântica passou de 46% para 9,64%. Em segundo e terceiro lugar estão Paraná e Santa Catarina, que perderam 2.699 hectares e 2.149 hectares, respectivamente.

Segundo a coordenadora do estudo, além da expansão urbana, "a exploração do carvão é uma das principais causas para a situação de Minas Gerais". Na análise dos municípios com a taxa mais alta de desmatamento, Minas Gerais também se destacou, "os cinco municípios que mais desmataram são mineiros", de acordo com o estudo.

"Os desmatamentos nestes municípios e outros dessa região se concentraram nos limites do Cerrado e Caatinga, especialmente nas Matas Secas, para expansão da agropecuária e do carvão vegetal para siderurgia (...) as áreas demandadas pelo carvão são sem controle", afirmou Mario Montovani, diretor de Políticas da Fundação. Segundo ele, o governo mineiro precisa regulamentar o uso do carvão vegetal com florestas plantadas "dentro dos critérios da certificação de produtos florestais".

Fonte: Especial para Terra
publicidade