1 evento ao vivo

Incidente que interditou Viracopos é tema de reunião em Brasília

24 out 2012
07h05
atualizado às 08h51

O ministro Wagner Bittencourt, chefe da Secretaria de Aviação Civil (SAC) da Presidência da República, se reúne nesta quarta-feira com representantes de órgãos do governo para discutir o incidente no Aeroporto Internacional de Campinas (Viracopos). A reunião será às 10h, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCB), em Brasília. O problema foi causado por uma aeronave da empresa norte-americana Centurion Cargo, que interrompeu os pousos e decolagens por quase dois dias.

A interdição do aeroporto aconteceu porque o cargueiro MD11 da Centurion Cargo, vinda de Miami, apresentou problemas no trem de pouso e um pneu também estourou
A interdição do aeroporto aconteceu porque o cargueiro MD11 da Centurion Cargo, vinda de Miami, apresentou problemas no trem de pouso e um pneu também estourou
Foto: Denny Cesare / Futura Press

De acordo com a assessoria de imprensa da SAC, representantes da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) participarão do encontro.

No último dia 13, ao pousar às 19h55, a aeronave modelo MD-11 da Centurion quebrou seu trem de pouso na pista do aeroporto. A retirada do avião só foi possível no dia 15, às 17h35. Durante esse período, quase 500 voos foram cancelados, a maioria da empresa aérea Azul.

A Infraero e a Advocacia-Geral da União (AGU) estão preparando uma ação indenizatória contra a Centurion. A SAC estima que os prejuízos materiais decorrentes da interdição do aeroporto sejam da ordem de R$ 3 milhões.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

publicidade