0

Iemanjá é homenageada em Copacabana

31 dez 2009
21h27
atualizado às 22h20
Isaac Ismar
Direto do Rio de Janeiro

Um grupo de adeptos do candomblé fez uma homenagem à Iemanjá nas areias de Copacabana por volta das 20h desta quinta-feira. A estátua do orixá, considerada como a rainha do mar por seus devotos, foi carregada na frente do cortejo, que passou pelo palco principal montando nas proximidades do Hotel Copacabana Palace.

Centenas de pessoas acompanharam homenagens à Iemanjá em Copacabana
Centenas de pessoas acompanharam homenagens à Iemanjá em Copacabana
Foto: Pedro Kirilos/Riotur / Divulgação

Um barco azul e branco - as cores de Iemanjá - foi levado ao oceano. Nele havia flores e outras oferendas. A caminhada foi acompanhada por adeptos do candomblé e da umbanda, que cantavam hinos em louvor ao orixá. Curiosos e fotógrafos também assistiram ao cortejo de perto.

No palco principal, enquanto os shows de cantores famosos estavam no intervalo, homens e mulheres vestidos de brancos tocavam atabaques ao som de orações à Iemanjá. Muita gente aproveitou a oportunidade para fazer pedidos e agradecimentos à entidade.

Balsas
Às 19h, já haviam chegado ao mar de Copacabana as nove balsas que armazenam as 16 t de fogos de artifício que irão colorir o céu da zona sul do Rio esta noite durante a virada do ano. Elas estão posicionadas em pontos estratégicos do oceano para que sejam vistas de ponta a ponta da orla do bairro, do Leme ao Forte de Copacabana.

As balsas foram liberadas pela Capitania dos Portos. As embarcações estavam em um estaleiro na Ilha do Fundão. Foram observados normas e equipamentos de segurança, entre eles luzes de iluminação, coletes salva-vidas e presença de bóias.

Outras três balsas, também já liberadas, estarão na Praia do Flamengo e Icaraí, em Niterói.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade