0

Greve da CPTM: usuários levam mais de 40 min para embarcar em ônibus

13 jun 2013
09h46
atualizado às 13h34
  • separator
  • comentários

A greve dos ferroviários, que atinge parcialmente a linha 8-Diamante dos trens metropolitanos de São Paulo e totalmente as linhas 9-Esmeralda, 11-Coral e 12-Safira, deixou um resultado de longas filas para embarque nos ônibus, impaciência dos usuários, falta de informação e muito bate-boca. Nas imediações do terminal Santo Amaro, o tempo de espera nas filas para embarcar em um ônibus superavam os 40 minutos, por volta das 9h.

Homens se arriscam e pegam ônibus pendurados na porta traseira
Homens se arriscam e pegam ônibus pendurados na porta traseira
Foto: Fernando Borges / Terra

A evolução das obras do metrô de SP ano a ano
Confira o ranking das tarifas de ônibus no País

Somente na Linha 9, mais de 500 mil usuários deixarão de usar o sistema por causa da greve. Desde o fim da madrugada, os usuários que se dirigiram à estação Grajaú também tiveram de enfrentar longas filas. Com os ônibus deixando o local superlotados, passageiros discutiam entre eles e com os motoristas, que não conseguiam deixar os pontos por conta da superlotação e da impossibilidade de fechar as portas.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-metro-onibus-sp/iframe.htm" data-cke-338-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-metro-onibus-sp/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Na avenida Belmira Marin, um coletivo permaneceu por cerca de 15 minutos estacionado no ponto, justamente por não conseguir fechar a porta. Quem já havia embarcado, reclamava dos que, pendurados nos degraus, não deixavam o veículo seguir viagem.

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe.htm" href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe.htm">veja o infográfico</a>

Como resposta ouviam que se não conseguissem embarcar o ônibus não sairia. Depois de um longo impasse, o motorista abriu as portas traseiras, para que todos embarcassem, já que no fundo do veículo, a concentração de passageiros era menor.

Nos pontos, os agentes da São Paulo Transportes (Sptrans) e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não davam conta de informar os usuários, que desconheciam os itinerários dos veículos. Nos telefones celulares e públicos, muita gente tentava avisar seus empregadores sobre o inevitável atraso ou mesmo uma possível ausência.

Nas imediações do Terminal Santo Amaro, um ônibus teve um vidro quebrado e muitos passageiros, impacientes, batiam contra a lataria dos veículos ao perceberem que não conseguiriam embarcar. Alguns passageiros também se uniram para dividir os poucos táxis que circulavam vazios nas imediações.

De acordo com a CPTM, a circulação de trens nas linhas 11-Coral e 12-Safira está interrompida em toda a extensão desde as 10h devido à greve, e a linha 9-Esmeralda não está operando desde a última madrugada. A operação Paese foi acionada e os ônibus circulam entre as estações Corinthians-Itaquera do Metrô e Guaianazes; entre Ferraz de Vasconcelos, Poá, Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba e Guaianazes; e entre São Miguel e Itaim Paulista e estação Tatuapé do Metrô.

Desde as 10h, três linhas da CPTM operam da seguinte forma: 7-Rubi, entre as estações Luz e Jundiaí; 8-Diamante, entre as estações Itapevi e Palmeiras-Barra Funda, e 10-Turquesa até a Estação Luz. A operação Paese será mantida para atender a linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), que está paralisada. Os coletivos estão atendendo os usuários entre as estações Pinheiros e Grajaú.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/cptm-expansao/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/cptm-expansao/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade