0

Greve da CPTM causa protestos e ganha destaque nas redes sociais

13 jun 2013
08h55
atualizado às 13h38
  • separator
  • comentários

A greve que parou parte das linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na manhã desta quinta-feira pegou de surpresa muitos trabalhadores, além de irritar motoristas e passageiros que enfrentaram dificuldades para se deslocar pela cidade. O tema ganhou destaque nas redes sociais, e entrou nos Trending Topics, o ranking dos assuntos mais comentados do Twitter.

Passageiros formam filas de ao menos 200 metros para pegar ônibus disponibilizados pela CPTM
Passageiros formam filas de ao menos 200 metros para pegar ônibus disponibilizados pela CPTM
Foto: Fernando Borges / Terra

A evolução das obras do metrô de SP ano a ano
Confira o ranking das tarifas de ônibus no País

<a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe.htm" data-cke-688-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe.htm">veja o infográfico</a> <a data-cke-saved-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe2.htm" data-cke-916-href="http://www.terra.com.br/noticias/infograficos/tarifas-de-onibus/iframe2.htm">veja o infográfico</a>

De acordo com a CPTM, a circulação de trens nas linhas 11-Coral e 12-Safira está interrompida em toda a extensão desde as 10h devido à greve, e a linha 9-Esmeralda não está operando desde a última madrugada. A operação Paese foi acionada e os ônibus circulam entre as estações Corinthians-Itaquera do Metrô e Guaianazes; entre Ferraz de Vasconcelos, Poá, Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba e Guaianazes; e entre São Miguel e Itaim Paulista e estação Tatuapé do Metrô.

Desde as 10h, três linhas da CPTM operam da seguinte forma: 7-Rubi, entre as estações Luz e Jundiaí; 8-Diamante, entre as estações Itapevi e Palmeiras-Barra Funda, e 10-Turquesa até a Estação Luz. A operação Paese será mantida para atender a linha 9-Esmeralda (Osasco-Grajaú), que está paralisada. Os coletivos estão atendendo os usuários entre as estações Pinheiros e Grajaú.

Entre muitos trabalhadores, o clima é de indignação com a paralisação. Na tentativa de amenizar os transtornos causados pela greve, 95 ônibus da operação Paese servem aos usuários da Linha 9, e 60 trabalham na Linha 12, segundo comunicado da CPTM.

A greve, anunciada pelos trabalhadores no final da noite de quarta-feira, causou ainda mais revolta por ter sido deflagrada dias após o aumento nas passagens de ônibus, metrô e trens para R$ 3,20.

Para a volta no trabalho, a perspectiva não é nada otimista entre os internautas. Somando-se à greve, um novo protesto previsto para a tarde desta quinta-feira contra o aumento das passagens está deixando os motoristas e usuários do sistema público de transporte preocupados com o caos no trânsito.

Os empregados que participam da greve são representados pelos sindicatos dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Transporte de Passageiros da Zona Sorocabana e dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona da Central do Brasil.

A CPTM rejeitou em audiência na tarde de quarta-feira a proposta apresentada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), que previa, entre outros pontos, reajuste de 8,56%. O tribunal chegou a apelar para os trabalhadores que evitassem a paralisação antes que o TRT emitisse uma decisão sobre o impasse, mas não teve a solicitação atendida.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/cptm-expansao/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/brasil/infograficos/cptm-expansao/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade