1 evento ao vivo

Florianópolis decreta emergência após ressaca que atingiu 74 casas

17 mai 2010
21h36
atualizado às 22h01
Fabrício Escandiuzzi
Direto de Florianópolis

A prefeitura de Florianópolis decretou situação de emergência na tarde desta segunda-feira em decorrência da forte ressaca que deixou mais de 20 desalojados na região da praia da Armação, no sul da cidade.

A ressaca destruiu partes de casas em praia de Florianópolis
A ressaca destruiu partes de casas em praia de Florianópolis
Foto: Fabrício Escandiuzzi / Especial para Terra

Na última semana, o avanço do mar e as ondas fortes consumiram toda a areia e causaram estragos em várias casas. De acordo com as informações divulgadas pela Defesa Civil, 74 residências e 1,8 mil pessoas foram afetadas.

O prefeito Dário Berger (PMDB) se reuniu com técnicos da Defesa Civil, procuradoria-geral e representantes da associação dos pescadores antes de anunciar a decisão de decretar emergência por "erosão marítima".

Nas próximas semanas, será avaliada uma ação emergencial para tentar conter o avanço do mar. Além dos prejuízos nas casas de moradores e veranistas, um dos principais acessos à praia ameaça desabar a qualquer instante.

Além de Florianópolis, a cidade de Barra Velha também decretou emergência devido à ressaca. Com o decreto, chega a 26 o número de cidades catarinenses em estado de emergência em decorrência dos fenômenos naturais dos últimos dias. O número de afetados em todas as localidades supera 266 mil pessoas. Segundo a Defesa Civil, 415 ainda estão desabrigados.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade