0

Chuva forte no Rio provoca alagamento em vários bairros

5 dez 2013
23h43
  • separator
  • comentários

Uma chuva forte que caiu na noite desta quinta-feira no Rio de Janeiro provocou alagamento em diversos bairros da cidade, como Maracanã, Tijuca e Méier, na zona norte; Lagoa, Humaitá e Botafogo, na zona sul. Na zona oeste, foram atingidos Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes. Outros bairros ficaram sem energia elétrica e, em Niterói, o abastecimento também foi prejudicado.

Confira a previsão do tempo na sua cidade
Saiba como se calcula a sensação térmica

No Aeroporto Santos Dumont, as operações foram suspensas durante 35 minutos para pouso e decolagem a partir de 21h50. Doze voos estão atrasados e, com a retomada das operações, três conseguiram pousar. O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antônio Carlos Jobim opera com auxílio de instrumentos.

Ainda por causa da chuva, a Defesa Civil do município ativou o sistema de alerta de sirenes em comunidades do Boréu e da Formiga, na Tijuca; Comandante Luiz Souto; Barão e Travessa Antonina na Praça Seca, em Jacarepaguá. A Praça da Bandeira, um dos pontos mais atingidos da cidade pelo alagamento, teve o trânsito interrompido, tanto em direção à zona norte, como ao centro.

A Bacia da Baía de Guanabara entrou em estágio de alerta às 22h02 de hoje (5) e na Bacia de Jacarepaguá o alerta começou às 21h47. A informação é do Centro de Operações da Prefeitura do Rio. Segundo o órgão, núcleos de chuva forte que se formaram na região ocasionam pancadas de chuva.

O Centro de Operações informou também que ainda há previsão de chuva moderada nas próximas horas e que o restante do município do Rio está em Estágio de Atenção.

A Bacia da Baía de Guanabara integra as áreas do centro, Santa Teresa, Flamengo, Botafogo, Laranjeiras, bairros da zona sul; Grande Tijuca, Zona Norte, Ilha do Governador e Subúrbios da Central e da Leopoldina. Os bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Jacarepaguá e adjacências, integram a Bacia de Jacarepaguá.

O estágio de alerta é definido por chuva forte nas próximas horas, podendo causar alagamentos e deslizamentos isolados. Já o de estágio de atenção significa ocorrência de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

Por questão de segurança, devido aos ventos de mais de 65 quilômetros por hora e à forte chuva, a pista em direção à capital fluminense da Ponte Rio-Niterói foi fechada ao tráfego durante sete minutos, às 22h10. Quando o acesso foi liberado, a Polícia Rodoviária Federal acompanhou os motoristas em baixa velocidade até a saída da ponte.

Na Estação Marambaia de Meteorologia da Prefeitura, os ventos chegaram a 97,9 quilômetros por hora e no Aeroporto de Santa Cruz atingiram 83 quilômetros por hora.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade