Cidades

publicidade
18 de setembro de 2012 • 08h02 • atualizado às 18h15

Chuva causa problemas no trânsito e deixa 29 mil sem luz no RS

Semáforos da região central operavam em amarelo
Foto: Letícia Heinzelmann / Terra

A forte chuva que atinge Porto Alegre (RS) desde o final de semana causou problemas no trânsito nesta terça-feira. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrava, às 16h, seis semáforos desligados em diversos pontos da cidade. Pela manhã, esse número chegou a 20. O temporal também deixou pessoas sem luz na capital e no interior. Às 17h20, eram 29 mil os clientes sem energia elétrica em todo o Estado.

Segundo a EPTC, os seguintes pontos seguiam sem a orientação eletrônica em Porto Alegre: na rua Luzitana, nos cruzamentos com a Américo Vespúcio e com a Couto de Magalhães; na estrada Eduardo Prado esquina com a avenida Monte Cristo; nos cruzamentos da avenida Otto Niemeyer com a avenida Wenceslau e com a travessa Germano Garcia; na rua Dr. Pereira Neto esquina com a travessa Escobar; e no cruzamento da avenida Assis Brasil com a Bernardino S. Amorim (próximo à Fiergs).

A queda de uma árvore na estrada Maria Altina por volta das 16h bloqueou o trânsito próximo à estrada Costa Gama. A EPTC também registrou, mais cedo, a queda de um poste na rua Euclides Triches, próximo da avenida Protásio Alves, que interditou a via. Além dos problemas com os semáforos, houve dificuldades no trânsito causados por acúmulo de água em alguns pontos da cidade. Às 16h30, ainda havia alagamento na avenida Sertório entre a avenida Polar e a rua da Várzea.

Falta de luz
Segundo a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), o temporal deixava, por volta das 17h20, 19 mil clientes sem luz em sua área de cobertura. A região sul era a mais afetada: 9,5 mil imóveis estavam sem energia elétrica em Pelotas e Canguçu. No centro-sul, 4,5 mil (Camaquã, Encruzilhada do Sul e Dom Feliciano), enquanto na região da Campanha eram 2,4 mil. A região metropolitana, que chegou a ter 7 mil clientes afetados, somava 1,9 mil. No litoral, eram cerca de 800.

Na área de cobertura da RGE, 8 mil imóveis estavam sem luz nos municípios de Taquara, Tenente Portela e Cruz Alta. Taquara chegou a registrar 7,2 milclientes sem energia, mas este número caiu para 1,6 mil.

A AES Sul informou que 2 mil imóveis estão com o fornecimento de energia elétrica interrompidos nas regiões de sua abrangência. A principais cidades afetadas são: Caçapava do Sul (700 clientes), São Gabriel (600 clientes), Rio Pardo (400 clientes) e Rosário do Sul (300 clientes).

Terra