Cidades

publicidade
26 de janeiro de 2010 • 14h37 • atualizado em 27 de Janeiro de 2010 às 11h08

Chuva alaga túneis, vias e transborda córregos em SP

Vídeo de internauta mostra rua alagada em SPClique no link para iniciar o vídeo
Vídeo de internauta mostra rua alagada em SP
 

O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) anunciou às 19h25 desta terça-feira o fim do estado de atenção por causa das chuvas para toda cidade de São Paulo. A atenção havia sido decretada às 15h15 de hoje. A capital e vários municípios do interior paulista estão sendo atingidos por fortes chuvas há mais de um mês. Estradas, vias e túneis ficaram alagados, causando transtornos aos moradores.

O CGE decretou também o final do estado de alerta às 17h45 para três subprefeituras de São Paulo em decorrência das chuvas. O alerta era pelo transbordamento dos córregos Mandaqui, na altura da av. Engenheiro Caetano Álvares, Ribeirão dos Meninos, divisa de São Paulo com São Caetano do Sul, e Tiquatira, altura da av. Gov. Carvalho Pinto com av. São Miguel. As subprefeituras afetadas foram a de Casa Verde, Ipiranga e Penha.

A previsão para o restante da noite e período da madrugada é de continuidade das chuvas, que prosseguem de maneira fraca, alternadas a períodos de melhoria.

Trânsito
Às 20h20, havia resgitro de 13 pontos de alagamento na cidade, sendo todos transitáveis.

Durante a tarde um ponto de alagamento se localizou no túnel do Anhangabaú que foi interditado, na pista sentido aeroporto, às 16h desta tarde por causa da chuva. O bloqueio durou 25 minutos.

Já o túnel Max Feffer, localizado na região de Pinheiros, ficou bloqueado das 16h43 até cerca de 19h.

Lentidão
A CET informou ter registrado o maior índice de congestionamento do ano às 18h30 desta terça-feira. Por causa da forte chuva, as vias de São Paulo somaram 175 km de lentidão no horário.

Em toda a cidade, a CET registrava, às 20h, 124 km de congestionamento.

Trens
A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) informou que, desde às 14h40, a circulação de trens na Linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana) está interrompida entre as estações Jardim Romano e Engenheiro Manoel Feio por conta das fortes chuvas que atingem a região metropolitana.

A CPTM acionou o Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência (Paese), com ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (Emtu) para realizar o transporte dos usuários no trecho afetado.

Às 15h30, a circulação no Expresso Leste (Luz-Guaianazes), na Linha 11-Coral, também havia sido interrompida por conta de alagamentos próximos à antiga estação de Vila Matilde. Às 16h32, a circulação foi normalizada. Durante o período, foi acionado o Paese com o Metrô, que liberou a integração gratuita na Estação Corinthians-Itaquera.

Rodovias
A Ecopistas informou às 18h15 que a pista central da via Anchieta sentido litoral estava bloqueada do km 10 ao km 14 para limpeza devido a um alagamento. Nesse trecho, os motoristas utilizavam a marginal, que seguia com lentidão. Também na Anchieta, no sentido litoral, o tráfego estava lento do km 27 ao km 29 por conta de queda de barreira fora da área de concessão. Nas demais rodovias, o trânsito fluia bem.

Segundo a concessionária Nova Dutra, a rodovia Presidente Dutra foi interditada por alagamentos às 15h45 de hoje. Às 16h40, duas pistas haviam sido liberadas e o trânsito fluia. Havia congestionamento por excesso de veículos na pista expressa em Guarulhos, do km 225 ao 231 e do 227 ao 230 na pista da Marginal, devido a chuva.

Problemas relacionados à chuva interditaram pelo menos duas rodovias no Estado de São Paulo. Uma barreira caiu no km 10 da SP-77, em Jacareí, por volta das 9h40 desta terça-feira. O trânsito no local fluía em meia pista no início desta tarde. As informações são do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

A SP-50 também tem problemas por causa de uma queda de barreira que ocorreu na segunda-feira, no km 132, na região de Monteiro Lobato. O trânsito no local, no início desta tarde, fluía em meia pista.

Ontem, a forte chuva causou um deslizamento de terra e a abertura de uma cratera em uma estrada no município de Itapevi. Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, o deslizamento ocorreu por volta das 18h30 na rodovia que é um dos acessos da Castello Branco e da Raposo Tavares.

Aeroportos
Segundo a Infraero, o aeroporto de Congonhas fechou para pousos e decolagens duas vezes por causa das chuvas desta tarde. Das 15h07 às 15h29 e depois das 16h04 às 16h47 o aeroporto esteve fechado. Às 17h, as operaçãoes eram feitas por instrumentos.

Já o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, mantinha, às 15h, a operação visual.

Deslizamentos
A Defesa Civil de São Paulo informou ainda que 26 regiões do município estão em estado de alerta por estarem propícias àocorrência de deslizamentos.

O alerta vale para as regiões de Perus, Pirituba, Freguesia, CasaVerde, Santana, Jaçanã, Butantã, Lapa, Campo Limpo, M´Boi Mirim,Capela do Socorro, Parelheiros, Cidade Ademar, Santo Amaro,Jabaquara, Ipiranga, Penha, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista,Itaim Paulista, Itaquera, Cidade Tiradentes, São Mateus, Guaianases,Vila Prudente e Aricanduva.

Segundo a Defesa Civil, as regiões de Capela do Socorro, Aricanduva, Vila Formosa, Campo Limpo, Butantã, Vila Prudente, M´Boi Mirim, SãoMateus, Parelheiros e Ipiranga estão em estado de atenção porcausa de enchentes.

Interior de SP
A enchente que atinge o município de Capivari, distante cerca de 130 km de São Paulo, desde a última semana já desabrigou 103 famílias. De acordo com a prefeitura da cidade, o nível do rio Capivari está 1,56 m acima do normal. Já na cidade de Atibaia, os alagamentos provocados pela enchente desde o dia 1° de janeiro deixaram 35 famílias desabrigadas.

Em Atibaia, no total, 700 famílias foram afetadas pela enchente. De acordo com a prefeitura, a cidade registrou, até segunda-feira, 300 mm de chuva. O esperado para todo o mês de janeiro é de 243 mm. Além do excesso de chuvas, a abertura das comportas das represas do sistema Cantareira é outro fator que contribui para a enchente na cidade.

Todas as famílias desabrigadas estão em albergues da prefeitura. Os bairros Parque das Nações, Jardim Kanimar, Guaxinduva, Caetetuba, bairro da Ponte e Terceiro Centenário são os mais atingidos pelas enchentes.

Em Capivari, todas as famílias desabrigadas foram encaminhadas para cinco abrigos da prefeitura. Os bairros Moreto e Vila Balan estão alagados. Todos os atingidos pela enchente receberam cestas básicas, kits de limpeza, higiene pessoal, roupas e leite.

Com informações da Agência Brasil

Redação Terra

Colaboraram com esta notícia os internautas Luciene Brunharo, Paulo Rodrigues, Priscilla Baccin, Marco Antonio, Luiz Renato Zominhan, Sergio Florio, Heloisa Vidal, Alexandre Ieva, Dias, Jorge, Felipe Zene, Evê Andrade, Marcos Eduardo Bolognani, Marco Antonio, Roberto Vanucchi, Luciene Valbão, Erica Vaz, Andre Rafael, Marcos Campos, Luiz Renato Zominhan, Andre Rafael Guedes, Kim Machado, Eraldo Jiaqueto, Rafael Coelho, Charlie Santos, Robson Ferreira, Eli, Paulo Gamma e Luiza, de São Paulo (SP), Divaci, de Itaquaquecetuba (SP), Ricardo Barros, de Osasco (SP), Bernadete, de Suzano (SP), Wilson Valdo, de Guarulhos (SP), e Fernando Ganso, Pedro Toth, Marcio Volodka e Marco Mesquita, de São Bernardo do Campo (SP), que participaram do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

vc repórter