1 evento ao vivo

Após decisão judicial, maconha vira pamonha em Marcha do DF

3 jun 2011
17h05
atualizado às 18h25
  • separator

A Polícia Militar registrou, por volta das 18h desta sexta-feira, que cerca de 500 manifestantes participavam da Marcha da Pamonha - denominação dada ao que inicialmente seria um protesto pela legalização e descriminalização da maconha - em Brasília. De acordo com a PM, os manifestantes, que se encaminharam à praça dos Três Poderes, em frente ao Congresso Nacional, chegaram a usar a palavra "pamonha" como forma de protesto pela liberdade de expressão, no entanto, a polícia informou que em certo momento a palavras de ordem "ei, polícia, maconha é uma delicia" foram proferidas .

Polícia acompanha Marcha da Pamonha
Polícia acompanha Marcha da Pamonha
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Assim como ocorreu em Campinas e São Paulo, a Marcha da Maconha foi proibida por uma ordem judicial em Brasília. A PM chegou a revistar os protestantes para garantir que a palavra maconha ou qualquer menção à droga não estivesse nos materiais usados na caminhada.

O tenente Pinho informou que, mesmo com a determinação judicial, alguns manifestantes chegaram a usar adesivos com alusão à droga. Duas pessoas que teriam se negado a guardar o material foram detidas e encaminhadas para delegacia. Mesmo com as palavras a favor da maconha, o protesto seguia, sendo escoltado pela PM.

Veja também:

Por apoio à CPMF, Guedes vai propor cortar à metade tributos sobre salários
Fonte: Terra
publicidade