1 evento ao vivo

AM gasta R$ 130 mi por chuvas; rio Negro atinge 2º maior nível

22 jun 2009
19h38


O secretário de governo do Amazonas, José Melo, disse nesta segunda-feira que até agora foram gastos R$ 130 milhões para amenizar os danos causados pelas chuvas e enchentes que atingem o Estado há quase dois meses.

Segundo Melo, do valor gasto, R$ 30 milhões foram do governo estadual e R$ 100 milhões foram repassados pelo governo federal. De acordo com os últimos dados da Secretaria Nacional de Defesa Civil, 57 municípios do Amazonas foram atingidos, com mais de 79 mil desalojados ou desabrigados.

Na capital do Estado, 19 bairros foram atingidos pela cheia, que afetou 18 mil pessoas. Segundo a Defesa Civil Estadual, cerca de 63 mil famílias foram atendidas com o cartão SOS Enchente, que dá direito a R$ 300.

Nesta segunda-feira, o rio Negro em Manaus atingiu a marca de 29,65 m, a segunda maior cheia da história, perdendo apenas para a marca de 1953, quando o nível chegou a 29,69 m.

Devido ao aumento ininterrupto do nível do rio Negro, os especialistas em hidrologia mudaram a previsão feita para o mês de junho. No último alerta expedido pelo Serviço Hidrológico do Brasil (CPRM), a previsão era de que a cheia deste ano não iria ultrapassar a de 1953. De acordo com a meteorologia, as chuvas no Amazonas vão continuar acima da média pelo menos até o fim do mês de junho.

Especial para Terra

compartilhe

publicidade
publicidade