0

Alunos da USP fazem nova manifestação na Cidade Universitária

8 nov 2011
10h57
atualizado às 11h15
Vagner Magalhães
Direto de São Paulo

Por volta das 10h desta terça-feira, alunos da Universidade de São Paulo (USP) voltaram a protestar contra a presença da Polícia Militar na Cidade Universitária. Aproximadamente 300 manifestantes gritam palavras de ordem em frente ao prédio da reitoria.

A tropa de choque, que permanece no local, faz um cordão de isolamento em torno do prédio que foi invadido e acompanha a manifestação.

Reintegração
A Polícia Militar chegou à universidade e cercou o prédio da reitoria por volta das 5h para cumprir a ordem judicial de reintegração de posse do imóvel. O prazo para a desocupação estipulado pela Justiça já havia se esgotado, e o emprego da força policial estava autorizado desde as 23h.

Inicialmente não houve enfrentamento entre estudantes e os policiais do Batalhão de Choque. Pelo menos três estudantes foram detidos ao tentar furar o bloqueio policial e entrar de volta na reitoria. Os policiais impediram o retorno apenas com os escudos, sem o uso de cassetetes ou bombas de gás.

Histórico
A invasão aconteceu por parte de um grupo descontente com a resultado de uma votação em assembleia que decidiu, na terça-feira, por 559 votos a 458, encerrar a ocupação do prédio da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). O grupo deslocou o portão de trás do edifício da Administração Central, usando paus, pedras e cavaletes, e em poucos minutos chegou ao saguão principal do prédio. A FFLCH havia sido ocupada depois que a PM abordou três estudantes no campus por porte de maconha na quinta-feira da semana passada e tentou levar os usuários detidos. Os policiais usaram gás lacrimogênio, e alunos teriam ficado feridos após confronto.

Alunos Roberto Alves (vermelho) e Rafael Padial (branco) expõem argumentos em reunião no prédio de Geografia e História da USP
Alunos Roberto Alves (vermelho) e Rafael Padial (branco) expõem argumentos em reunião no prédio de Geografia e História da USP
Foto: Maurício Camargo / Futura Press
Fonte: Terra
publicidade